3 jan

O escudo islamizado do Barcelona

Curiosidades

De Luiz Fernando Bindi 

1


2

3

Observe os três escudos acima. Observe-os com atenção. Notou alguma diferença?

Não, não é um jogo dos sete erros. É o jogo da diferença.

Da diferença de entendimentos. Da diferença de compreensões.

Da dificuldade em se entender as diferenças.

Quando da partida entre Fenerbahçe e Internazionale, o advogado turco Baris Kaska enviou à UEFA um protesto oficial contra o uniforme do time italiano (camisa branca com uma cruz vermelha atravessando toda a camiseta), por “manifestar de forma explícita a superioridade racista de uma religião”. Seguno Kaska, a cruz é a mesma utilizada pelos cavaleiros da Ordem dos Templários, fundada pouco depois da conquista de Jerusalém na primeira cruzada: “esta cruz me fez lembrar de dias sangrentos do passado: a Inter ofendeu o Islã”.

Mal sabe ele, do alto de seu próprio preconceito, que a cruz interista é um símbolo de Milão: a Cruz de Santo Ambrósio, patrono da cidade italiana.

Pois o Barcelona, segundo o jornal espanhol La Vanguardia passou pelo mesmo apuro nas camisas que colocou à venda em lojas de esporte da Arábia Saudita e da Argélia e por isso, alterou seu escudo (ver escudo “2″), retirando um dos braços da Cruz de São Jorge, ou Saint Jordí, em catalão, santo padroeiro da cidade, que existe do lado esquerdo do tradicionalíssimo distintivo (ver escudo “3″).

A diretoria barcelonista ainda não admitiu a alteração, já que de 1939 a 1974, durante a ditadura de Franco, o Barcelona mudou seu escudo (ver escudo “1″), reduzindo, por obrigação de leis nacionalistas, a bandeira catalã situada na parte superior direita a simples traços vermelhos e amarelos. O nome também mudou de “Clube de Futebol Barcelona” para “Futebol Clube Barcelona”, sonoramente mais “espanhol”.


Isso, evidentemente, traz terríveis lembranças aos torcedores e ao povo catalão, pois representou a derrota da liberdade e a vitória da força.

Se de fato a alteração do escudo nas camisas para o mercado islâmico se confirmar, será, mais uma vez, a vitória da idiotice e do preconceito.

22 respostas a O escudo islamizado do Barcelona

  1. alessandro disse:

    Se a suastica, um simbolo antigo utilizado por varias crenças foi praticamente banido devido ao nazismo, nada mais justo do que a cruz ser proibida em paises que se sentem ofendidos pelas atrocidades da "santa inquisição".. Imagino se um clube indiano que tivesse uma suastica no escudo, que não tem nada a ver com o nazismo, fosse jogar em Israel, aí proibir o clube de usar o seu escudo não ia ser uma atitude idiota e preconceituosa, né??

    • JF disse:

      Alessandro, troca o disco que esse discurso já tá batido.

      Você tem razão quando diz que a suástica já foi usada por várias crenças. E é exatamente aí que mora o problema, ela FOI USADA. Não é mais. E você chegou sozinho à conclusão o porquê disso.

      Não é questão de dois pesos duas medidas. É questão de bom senso. E sinceramente? Os religiosos de qualquer região do mundo cagam pro bom senso.

      Garanto que se o Fenerbahçe usasse alguma simbologia que direta ou indiretamente pisasse em calos dos milaneses, ocorreria a mesma reclamação e em se tratando dos turcos, não sei se eles abririam mão de usar.

      Sua analogia é fascista, pra não dizer outra coisa.

  2. Sarubbi disse:

    não vejo nada de mais nisso…

  3. Thyago disse:

    Concordo com tudo que vc disse Birner!!
    É ridíula a atitude de tentar mudar um símbolo da cultura religiosa ou cultural para agradar o "Mercado"; nos tempos de hoje devemos incentivar a convivência pacífica entre povos de diferentes culturas ou religiões, e não usar esses atos intransigentes. É como vc proibir uma expressao de patriotismo..

    Fico triste em saber que um clube como o barcelona se rende a coisas como estas.
    Ótimo post. Fico feliz que exista gente como eu q se preocupa com essas coisas!

  4. Thyago disse:

    Concordo com tudo que vc escreveu Birner.

    Nos tempos atuais, devemos incentivar a convivencia pacífica entre povos de religiões e culturas diferentes.
    Essas atitudes são como uma censura que impede que símbolos de outras culturas ou religiões entrem nesses países.

    Também fiquei revoltado quando vi que um clube como o Barcelona modificou seu escudo só para não deixar de vender camisas.

    Fico feliz que exista gente como eu que se preocupa com essas coisas.

  5. Thyago disse:

    Desculpa ai o "Birner"

    Parabéns Bindi!! agora sim

  6. Bindi disse:

    Muita gente se engana… não tem problema!

  7. Bindi disse:

    Seria uma atitude igualmente preconceituosa e ainda pior: desprovida de inteligência, já que a suástica alemã é diferente da suástica de algumas religiões orientais.

  8. Bufolino disse:

    Certissimo Bindi. Alterar traços como esses é denegrir a própria cultura do clube. E ao colega que comentou acima, qualquer exemplo dado por mais extremo que seja continua incidindo no mesmo erro. O do clube alterar suas tradições por simples preconceito e intolerancia da outra parte. Seria tão absurdo se o inverso ocorresse, tendo, p. ex., o Besiktas que altera r o seu escudo para jogar em madri ou londres.

  9. joao disse:

    Bindi, como sempre, muito legais seus posts. Mas pergunto: o nome mais espanhol não seria Club de Fútbol Barcelona? Hoje, o Barça é FCB. Fútbol Club Barcelona. O Real, Real Madrid Club de Fútbol.

  10. ronan disse:

    Caraca… Por isso que a política/religião e esporte qndo se juntam dá nessas atitudes ignorantes…
    Apesar da confusão do cidadão, eu tô lendo o "Santo Graal e a Linhagem Sagrada" e o assunto é interessantíssimo… ssantíssimo… santíssimo…? rs

  11. Bindi disse:

    Isso mesmo, João. Enganei-me. Pedirei para o Birner editar. VALEU!!

  12. Plinio disse:

    Parabéns, Bindi. Post preciso, cirúrgico. É lamentável a confusão que se faz com religião. Querer impor uma – seja qual for – é, paradoxalmente, ofender tôdas, pois não há uma que não pregue a tolerância e a paz. No Torah, no Alcorão ou na Bíblia.

    Só os medíocres e os recalcados não conseguem entender isto! O fanatismo é a sua marca!

  13. Luizão disse:

    Bindi, se nao me engano, nao foi o Barcelona que alterou o o escudo. Algumas pessoas nestes países árabes alteraram sem o consentimento do Barça o escudo para poder vender camisas piratas do Barça. Pq se fossem apenas piratas com a cruz, eles nao conseguiriam vendê-las.
    Não tenho certeza absoluta disto mas vi em algum site por ai…

    Abraços,

  14. Alexandre Oliveira disse:

    É curioso que alguns muçulmanos mais radicais se mainfestem dessa forma. A intolerância parte apenas deles… qual é o “escudo” que a Turquia ostenta na camisa da seleção? A bandeira turca, vermelha com o crescente e a estrela brancos. Eles chegam a mandar jogos na Alemanha. Isso é desrespeito ao povo cristão? Não…

    O fato é que, hoje, não há mais o “cristão ocidental”, o “cruzado”, que defende suas convicções como o fazem alguns muçulmanos. Os (poucos) que ainda praticam cristianismo na Europa o fazem de modo sutil, preservando seus valores para si. O que ocorre é uma cultura secularizada, mas que carrega a tradição cristã – o time da Inter de Milão não é um “propagador da fé”, mas ostenta a cruz por ser um símbolo histórico apenas, como bem disse o Bindi.

    Agora, ver um post em que o cidadão fala da “santa inquisição” (que não tem nada a ver com cruzadas), e mais as bobagens que o caro amigo escreveu… é de doer. Tem que levar CR do Bindi, mesmo…

    Abçs

  15. Bindi disse:

    O que eu li no La Vanguardia é que o Barça ia vender camisas sem a cruz nas lojas.

  16. riquelme disse:

    gol do boca

  17. Pingback: Time de Cristo

  18. francisca dias disse:

    gosto d barcelona

  19. francisca dias disse:

    o que faço para ganhar uma tichert sobre o simblo gostei do 1e2

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>