21 out

Árbitros distorcem sua função

Geral

De Vitor Birner

“ As expulsões de Borges e Léo lima foram necessárias, porque ele (o árbitro) precisava diminuir o calor da partida naquele momento. Já àquela altura, . Mesmo sendo início do jogo, os ânimos estavam bem exaltados dos dois lados, e ele percebeu. Precisou segurar o jogo e conseguiu”.

O comentarista da TV Globo e colunista do L!, José Roberto Wright, escreveu o que você acaba de ler em itálico acima.

Se trata do típico raciocínio de quem apitou futebol.

Mas está completamente errado, viciado, distorcido.

O árbitro não deve se preocupar em segurar o jogo.

Precisa apitar de acordo com as regras do jogo.

São coisas diferentes.

Se as trocas de catimba acabam com brigas, que os árbitros mandem os profissionais da bola ao chuveiro mais cedo, sejam quantos forem.

44 respostas a Árbitros distorcem sua função

  1. Paulo disse:

    Ainda mais porque quem foi expulso foi o Diego Souza e não o Léo Lima, ou seja, nem o trabalho dele o Wright sabe fazer direito.

  2. Daniel disse:

    Acho que vale a pena, pelo bem dos próprios jogadores. O clássico já havia começado quante mesmo antes do dia do jogo.
    Ou talvez, poderíamos estar comentando sobre um jogo que não terminou bem.

  3. AMBROSIO disse:

    Vitor ,se os jogadores entressem em campo para apenas jogar futebol, o arbitro pederia quem sabe apenas apitar futebol.
    Não concordo em quase nada com os coemntaristas de VT, mas se o arbitro deixa o jogo correr , a amioria dos classicos não chegaria ao fim e o arbitro seria novamnete o culpado..então faz sentido a colocação do mentarista de VT.

  4. Cartola disse:

    Pois e comentarista de arbitragem é uma função inútil e desagregadora para o futebol. O duro é escutar que no começo do jogo árbitros não podem distribuir cartões porque perde o controle do jogo e se dá cartão no começo do jogo o comentário é que não vai ter cartões para administrar a partida depois. incoer6encia total. é por isto que há tempos escuto música nas transmissões dos campeonatos brasileirs.

  5. daniel sales disse:

    e incrível como eu não concordo com os analistas de arbitragem. Figura inútil.

  6. Certíssimos os comentários do leitor Paulo e o seu, Birner. Os comentaristas de arbitragem da TV aberta são todos fracos.

    Se o árbitro extrapola suas obrigações, ou seja, aplicar a regra, ele só quer aparecer.

    Aproveito para elogiá-lo, Birner, pelo post sobre o Vuaden. Se ele errou claramente, que seja punido. Porém, o estilo dele deve permanecer para o bem do esporte e para nós que assistimos.

  7. Tricolord disse:

    Concordo plenamente! Usando o jargão do Arnaldo, "a regra é clara", inclusive com relação à vantagem… Os jogos ficam incrivelmente chatos com a intervenção repetida e desnecessárias de árbitros inseguros e incosistentes, como esse que apitou o clássico domingo! Além disso, a maioria desses comentaristas de arbitragem não tem gabarito para julgar a atuação de ninguém. O Wright foi um destemperado e o Godoy adorava bate-boca com jogador, errava lances importantes e chegou até a ser acusado de apitar um jogo embriagado (lembrando: o carro que levava o exame anti-doping dele foi assaltado no caminho pra FPF)!

  8. Pois é. Dizem que "tem que preservar o espetáculo" e coisas do gênero. Pra mim, tem que aplicar a regra e, se for pra expulsar 5 de um time e acabar com o jogo, que se faça.

    Isso vai acontecer uma vez, duas vezes. Na terceira, os jogadores vão pensar mais antes de arrumar confusão. E aí sim o espetáculo vai ser preservado.

  9. Marcelo Branco, de H disse:

    Vizinho, nada vai mudar enquanto os dirigentes dos clubes não entenderem que eles também deveria fazer algo em favor da boa arbitragem, como (a) parar de usar os erros dos árbitros como desculpa para a sua incompetência, (b) parar de apoiar os técnicos que praticam anti-jogo, (c) recriminar as atitudes violentas e antidesportivas de seus atletas e (d) não incitarem a violência contra os árbitros, o que afugenta muita gente de bem dessa profissão.
    Abraços!

  10. Erick Medeiros disse:

    PERFEITO SEU COMENTÁRIO BIRNER!!

    Assino embaixo de tudo que escreveu!!

    Abraço,

  11. saulo disse:

    Concordo com você. O árbitro precisa se preocupar em apitar a partida de acordo com as regras do jogo e não em segurar o jogo. José Roberto Wright não foi feliz nesse comentário.

  12. larry disse:

    q pontuação é essa birnoca? omitiu algo? leo lima?

  13. roberto disse:

    exatamente oq aconteceu no grenal… edinho e tcheco foram expulsos por lance muito parecido….. so que com bola rolando, e nao na siada de bola……………

  14. ronan disse:

    Birner, até agora estou tentando entender a culpa que o Borges teve ao levar o cartão vermelho… No lance ele estava de costas e o Diego Souza veio por trás ameaçando dar um chute, e chegou a atingi-lo de leve, mas atingiu… Mentiras do futebol que a gente tem que engolir a seco…

  15. Márcio August disse:

    Caro Birner

    Concordo que o árbitro errou em expulsar os dois jogadores. No máximo poderia ter aplicado o cartão amarelo, pois se adotasse esse mesmo critério, teria que expulsar mais uns três de cada lado, pois o Gustavo e o Dagoberto se envolveram em lances duríssimos, o Kléber Cavalo e o Miranda se desintenderam após o primeiro gol do Palmeiras. Enfim, as explusões no começo da partida, se ocorreram para intimidar os jogadores, não surtiram efeito e apenas prejudicou o espetáculo, que poderia ter sido ainda mais espetacular.

    Agora, todos analisaram que o Palmeiras foi o maior prejudicado, porque perdeu o seu armador, mas todos se esquecem que a proposta do TRIcolor era explorar os contra-ataques, ainda mais fazendo 1×0 naquela altura aí sim jogaria dessa maneira. Assim sendo, o Borges, sendo grande finalizador, se estivesse na partida naqueles lances criados, cujas finalizações foram errôneas, fatalmente faria pelo menos mais uns dois gols e decretaria a vitória do TRI mundial, por goleada, sobre o Palmeiras. Portanto, quanto às expulsões, pela proposta do jogo, entendo que o TRIcolor foi o maior prejudicado.

    Abraço!

  16. Esse é um dos grandes problemas do futebol: arbitragem. Inexiste um programa específico para esses profissionais (??). Acho que uma idéia interessante, seria as confederações fazer um intercâmbio de arbitros, por alguns meses.
    Mas o pior mesmo é a figura que criaram no televisionamento: comentarista de erros e acertos de arbitragem. Ainda bem que assisto ao jogos por tv paga, pois aguentar o Neto, o Muller (principalmente estes), tecendo comentários para agradar esta ou aquela torcida, é de amargar. O Neto é mais bairrista do que os separatistas aqui do sul. Nós, pelo menos, sabemos que a técnica da maioria dos pelos jogadores do Grêmio não é das melhores, mas desde quando o futebol é somente parte técnica? Deixou de ser assim, desde o ido de 1970, quando aliamos a super técnica, com uma preparação de primeira.
    Enfim, sem querer puxar lenha pro meu assado, mas o Cartão Verde, e os programas (nem todos) da ESPN e SPORTV, O resto, nem posso falar, pois não assisto, mas bastam os comentários nos jogos para ter uma idéia da lentidão cerebral dos ditos cujos.
    E para não esquecer: APOSTEI na vitória em cima da Portuguesa, mas já acho que vice campeonato tá loco de bom.
    Abraço.

  17. Esta assumindo a incompetência dos juízes em manter o controle do jogo.

  18. Thiago disse:

    CONCORDO EM TUDO.
    Estão distorcendo o esporte, deveriam apenas aplicar a regra.

  19. Vinicius Zanotelli disse:

    O problema da arbitragem, em especial da brasileira, vai muito além de se aplicar a regra bem ou mal. É quase uma questão cultural, ideológica. Enquanto os árbitros acharem que são figuras centrais do espetáculo, enquanto acharem que sua presença ali vale mais do que todos os outros juntos, eles serão sempre tendenciosos (ainda que despropositadamente) a apitarem chamando a atençao para si. Alguém tem que explicar pra eles que eles não estão ali pra definir uma partida, pra selar o destino do jogo; ele tá ali só pra que se aplique as melhores condições para que os jogadores e técnicos tenham as condições de, eles sim, definirem. Se entenderem isso, já resolve muito o problema…

  20. ricardo cunha disse:

    birner

    Por que o seu blog não aparece mais nas indicações de blogs do bolg do juca?

    ricardo

  21. Erick Medeiros disse:

    Caro RONAN,

    Ao meu ver, o ÚNICO que deveria ser punido naquele lance, e com cartão amarelo apenas, era sim o Borges, pois retardou o reinício da partida, atrapalhando a saída de bola.

    O Diego nada mas fez do que dar um "chega pra lá" no Borges, uma vez que o Rogério estava fora do gol e ele queria colocar rapidamente a bola em jogo.

    Bom, de qualquer forma, numa coisa concordamos: Cartão vermelho, pra qualquer um dos lados, naquele lance, foi UM ABSURDO E UM EXAGERO IMENSO.

    Abraço,

  22. Vinicius Zanotelli disse:

    O problema da arbitragem, em especial da brasileira, vai muito além de se aplicar a regra bem ou mal. É quase uma questão cultural, ideológica. Enquanto os árbitros acharem que são figuras centrais do espetáculo, enquanto acharem que sua presença ali vale mais do que todos os outros juntos, eles serão sempre tendenciosos (ainda que despropositadamente) a apitarem chamando a atençao para si. Alguém tem que explicar pra eles que eles não estão ali pra definir uma partida, pra selar o destino do jogo; ele tá ali só pra que se aplique as melhores condições para que os jogadores e técnicos tenham as condições de, eles sim, definirem. Se entenderem isso, já resolve grande parte do problema…

  23. Antonio Sergio disse:

    Existem várias coisas ruins no futebol brasileiro: dirigentes, gramados, catimba de jogador e etc. Mas a pior delas é sem dúvida a arbitragem seguida de perto pelos comentaristas especializados nela. Vai ser ruim assim lá no Afegnistão…

  24. Visão Descone disse:

    Vítor, não me importa o que disse Roberto Wright (depois daquele Flu X Bangu eu passei a desprezar este sujeito) Não me importa o que ele diz. Agora uma coisa é certa ás vezes alguns jogos precisam sim, serem "seguros, controlados". Não há maneira melhor do que dois cartões vermelhos: um para um lado e um para o outro lado, acredite.

    A possibilidade da expulsão em massa pode existir, caso você "deixe o jogo violento rolar". Não gostaria de pagar ingresso para uma partida que terminasse aos 18 minutos do primeiro tempo porque 10 jogadores foram expulsos de campo motivados por uma briga generalizada. Prefiro assistir à energia de um árbitro sendo posta em prática. Muito falatório, muitos empurrões, muitas faltas violentas seguidas… Dois vermelhos, e o jogo e os ânimos voltam ao normal. É assim que se faz e, é assim que deve ser feito, na minha modesta opinião de quem conhece as coisas de dentro de campo.

  25. ronan disse:

    Caro ERICK MEDEIROS, vc está enganado. O jogo não poderia ser recomeçado naquele momento pq havia jogadores fora de suas posições, impossibilitando o reinício da partida. Quem dá aval para a reposição não é o jogador e sim o juiz. E nada justifica a reação do Diego, pois como eu disse, só o juiz pode julgar se o jogo está em condições de ser reiniciado. Borges expulso para compensar a atitude "agressiva" do jogador palmeirense. Lambança de um juiz pressionado pelo time da casa.

  26. Daniela disse:

    Achei exageradas as expulsões, diminuiu a qualidade do espetáculo e os clubes, que são os que pagam os atletas, é que foram punidos. O cartão amarelo seria suficiente, não houve nada de tão grave. E, além do mais, esse negócio de cartões deveria ser melhor analisado, o clube é sempre prejudicado por ficar sem o jogador. O atleta deveria ser punido no bolso, com multas, deveria existir um fundo em que os valores das multas fossem depositados para alguma finalidade útil. E quando o atleta fica afastado do time por contusão motivada por agressão/violência do colega de profissão, também deveria ser punido de alguma forma, de preferência no bolso. O jogador que foi machucado tem que fazer tratamento de recuperação, fica sem jogar, o clube tem despesas com sua recuperação – principalmente nos casos de intervenção cirúrgica – e as coisas ficam por isso mesmo.
    Os critérios de cartões estão ultrapassados, da mesma forma que os árbitros necessitam que a tecnologia chegue com mais força ao futebol, auxiliando o trabalho da arbitragem. No basquete, no vôlei, os árbitros têm suporte por uma pessoa – não me lembro se é juíz também – que fica em uma mesa. Quando há problemas eles são auxiliados.
    No futebol, espórte que é um negócio e que dá mais lucro depois do petróleo, é urgente a necessidade de uma tecnologia avançada.
    O capitão de cada equipe poderia se comunicar com o técnico por um ponto eletrônico, os times deveriam ter ao menos um tempo técnico em cada 45 minutos de jogo, por exemplo, aos 20 minutos de cada período.
    Não é possível que um esporte tão popular esteja atrasado em termos de aperfeiçoamento de regras, arbitragem…
    Seria uma forma de atrair mais torcedores aos estádios, a tv também atrairia mais público….
    Cada vez mais está ocorrendo erros de arbitragem, que continua com os mesmos poderes que sempre teve e não estão mais dando conta porque os interesses só aumentam, eles acabam ficando muito expostos, muitas vezes são o personagem principal antes, durante e depois dos jogos.
    Em esportes como tênis e vôlei, por exemplo, a participação do árbitro é apenas parte do espetáculo.
    Quando é que a gente ouviu os grandes tenistas reclamarem de árbitros?
    A figura do árbitro é supervalorizada no futebol. Mesmo sendo um esporte de contato físico, sujeito a todo tipo de problemas, de influência de torcidas apaixonadas, é perfeitamente viável que se profissionalize mais o futebol, dentro e fora de campo.
    O futebol poderia ser o maior espetáculo esportivo do planeta se fosse realmente dirigido como deveria.

  27. Bruno Larizza disse:

    Eu estava no estádio e tinha CERTEZA absoluta q esse seria o comentário desse pessoal q não serve para nada. Eu queria q alguem me explicasse para q serve um comentarista de arbitragem se o bom comentarista já entende do assunto?? Eles são corporativistas e defendem as arbitragens q param o jogo a todo momento, por qualquer contato fisico. LAMENTAVEL.

  28. Bruno disse:

    Concordo plenamente. Sua leitura foi perfeita. Os comentários do Arnaldo César e Wright são tão inúteis quanto escova de dente para banguelo.

  29. kato disse:

    Birner, pela primeira vez concordo plenamente com voce.
    abs.

  30. Bento disse:

    100% de acordo. Prefiro ir a um estádio rival a ficar em casa ouvindo esse senhor. É menos irritante.

  31. DONIZETE disse:

    FOI PÉSSIMO PROFISSIONAL QUANDO APITAVA E AGORA COMO COMENTARISTA, ALÉM DE´PÉSSIMO, NAO TEM A MINIMA ÉTICA, PARA COMENTAR. QUANDO ACONTECE ALGUM LANCE DIFICIL, ELE PEDE O REPLAY, PARA SOMENTE APOS, DAR A SUA OPINIÃO. DEPOIS DE VER O LANCE TROCENTAS VEZES, ELE OPINA. E QUASE SEMPRE ERRADAMENTE. ANTA, NO SENTIDO LATO DA PALAVRA. APOSENTADORIA JÁ. NOSSO OUVIDO NÃO É PINICO.

  32. AUGUSTO CESAR disse:

    O mesmo Hight,certa vez falou que erro de arbitragem fazia parte da graça do futebol,pois haveria discursão no dia seguinte.Concordo contigo o árbitro existe pra se fazer cumprir as regras e tecnologia já!

  33. Paulo Nascimento disse:

    Birner,
    Concordo com vc, esses comentaristas de arbitragem, são um zero a esquerda, não sei ainda como as grandes redes de tv, dão espaço para eles desfilarem bobagem todas as transmissões de jogos importantes.
    Outro absurdo é o julgamento por imagem feito pelo STJD, absurdo do absurdo, qualquer jogo tem imagem que o arbitro não consegue captar conseguentemente punir com o amarelo ou vermelho, então qdo deixa isso a criterio dos Paulos Schimt ( acho) da vida só julgam o que bem entende ou seja são parciais.
    No jogo Palmeiras e São Paulo, quantas imagem .., se fosse julgar pelas imagem teria que denunciar os dois times inteiro, salvo engano somente o Marcão não teve nenhuma confusão, até o Rogerio Ceni , deveria ser denunciado por simular contusão no lance com o Kleber…( exagero é Claro).
    Agora com certeza o menino do São Paulo que sofreu o penalti ( não me lembro o nome) , deveria ser denunciado pela farsa da cotovelada do Kleber nele, a TV mostrou que o Kleber nem tocou nele.
    Ou seja, essas imagem não deveriam em hipotese alguma serem utilizadas, porque qualquer pessoa mal intensionada leva somente as imagem que melhor atende aos interesses.
    Vc não acha , Birner??

  34. Vitor, por favor, qual o critério de arbitragem quanto a bola e a mão: vale a intenção ou a direção da bola? Meu… não consigo entender, o critério muda sempre. Antes, se a bola ia no gol, era falta. Depois, valia a intenção (!)… vai me dizer que o zagueiro do Vitória queria por a mão na bola, propositalmente? Como tem telepata na mídia e futebol brasileiro! E aquele lance de "braço junto ao corpo"… já vi comentarista dizendo que isso não existe mais… aí vem o jogo Vit x Flu……………..
    Qual o critério do momento, Vitor, por favor?
    Quanto ao Wright… é meio bobo! Pode me processar, Wright! :-)

  35. pipino disse:

    Ele so fez isso para aparecer e ainda por cima não sabe nem escrever redação por que foi expulso Borges e DIEGO SOUZA ele nao sabe de nada….

  36. André Felipe disse:

    Acho que comentarista de arbitragem era uma coisa que nem deveria existir. Comentar arbitragem no replay, até eu !!!!

  37. Paulo disse:

    Tai uma profissão que eu adoraria ser. comentarista de arbitragem. É a coisa mais facil do mundo, da um replay, um tira teima e ai eu digo se acertou ou errou. Aqui em Campinas, a Band resolveu contratar um comentariasta de arbitragem, um tal de Talarico. O Cara simplismente pede pro ancora ver na tv o que achou e depois da o comentário. Quero ver os caras comentarem na hora, sem tira teima, sem replay, sem recurso algum.

  38. Irmão disse:

    No Serra Dourada em 81 devia tá muito calor mesmo, mas só do lado do Galo, pois o Wright mandou meio time do Galo embora…

  39. Irmão disse:

    Visão desconexa, vc é flamenguista não é? Despreza o Wright? Não acredito nisso. Ele é o principal responsável pela conquista dos 2 principais títulos do Flamengo!

  40. Visão Descone disse:

    Fala Irmão!!! "Disconcordo!" Os responsáveis pelos títulos que você não me deixa esquecer foram Zico e sua Trupe. Timaço né? O seu Galo e/ou o seu Santos também não ficava(m) atrás, que dizer, ficava(m) sim. rsrsrsrs Abraços!

  41. Irmão disse:

    Concordo que o Flamengo tinha um timaço com Zico e cia. Meu Galo tinha Reinaldo e cia e também era um timaço. Infelizmente pra mim, o q pesou na balança foi o Wright em 81. Isso pra não falarmos de 80.

  42. Visão Descone disse:

    Acho que se eu fosse atleticano "pensaria" da mesma maneira.

  43. Cesar Medeiros disse:

    Assim começou o jogo de 1981
    http://www.youtube.com/watch?v=UvZdamXHank

  44. Irmão disse:

    Visão Desconexa, não precisaria ser atleticano pra pensar dessa maneira. Bastaria vc não ser flamenguista e nem ser cruzeirense fanático.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>