16 nov

Santo André nas primeiras divisões.

Segundona

De Vitor Birner

O Ramalhão de Marcelinho Carioca, Fernando (volante de 41 anos que defendeu Palmeiras, Juventude, Internacional…), Mácio Mixirica, Dedimar e Jefferson (maior destaque do time na segundona), jogará a principal divisão do futebol nacional em 2009.

Os torcedores do clube festejam o segundo acesso do ano, pois o time havia sido campeão da Série A-2 do paulistinha.

O Santo André participou do Brasilerão uma vez, em 1984, e foi bem.

Quarenta e um times disputaram naquele ano.

A equipe do ABC paulista ficou na décima posição.

Foram 8 vitórias, 7 empates e 5 derrotas.

Lembro que os empates, na época, eram resultados melhores que hoje, pois a vitória valia 2 pontos.

Marcou 25 gols e sofreu 19.

Parabéns aos que participaram do acesso.

Curiosidade.

Além dos tradicionais São Paulo, Palmeiras, Corinthians, Santos, Guarani, Portuguesa e Ponte Preta, outros times paulistas disputaram a a primeira divisão.

São eles: Bragantino e São Caetano (vice-campeões), Botafogo e Comercial de Ribeirão Preto, Ferroviária (Araraquara), Francana (Franca), Internacional (Limeira), Juventus, Noroeste (Bauru), São Bento (Sorocaba), América (São José do Rio Preto), São José (São José dos Campos), União São João (Araras), XV de Jaú (Jaú), XV de Piracicaba (Piracicaba) e o Santo André.

14 respostas a Santo André nas primeiras divisões.

  1. Lilian Nomura disse:

    Parabéns ao Santo André!
    Tenho um carinho pelo time, no qual joga nosso queridíssimo Marcelinho. :D

    beijão Birner!

  2. Victor, Entendo que o Santo André é um caso a ser estudado. Ele não é um destes times de empresários como é o Barueri e nem tem uma organização exemplar como a de um SPFC. Também não tem uma torcida fanática como um Bahia. Mas mesmo assim de tempos em tempos apronta uma desta. Foi assim qunado venceu a Copa do Brasil no Marcanã e agora conseguiu um vaga entre os quatro que sobem ser nunca ter sido considerado um candidato. Coisas do Futebol.

  3. Marcos Vinicius disse:

    Em 84 o Santo André ganhou do Grêmio, então campeão mundial, aqui no Brunão (eu estava lá!) e depois desclassificou o tricolor gaúcho empatando em 4 x 4 no Olímpico. Mais heróico que isso foi ganhar do Mengo no Maracanã.

    Ramalhão na série A!!!!

  4. Marcelo Kaja disse:

    Parabéns ao SANTO ANDRÉ, e tomara que times de empresários, como Barueri, Brasiliense e etc, nao subam à Série A!
    Bom seria ver o JUVENTUS disputar a Série A, já pensaram num JUVE x FLA em plena Javari!!!!

  5. Fábio disse:

    Terencio,
    O Santo André é sim um clube de empresários, que adquiriram quotas da empresa que gerencia o futebol do clube e obtém uma parte do que for ganho pelo clube em caso de negociação de um atleta.
    Parabéns a esses clubes como Barueri, Santo André, que tem um projeto de gestão e planejamento para subir para a série A e permanecer definitivamente.
    Abs.
    Fábio

  6. Alexandre Paolucci disse:

    Olá Birner.

    Só quero lembrar que o Santo André foi o único time da Série B que não perdeu para o Corinthians.

    E dá-lhe Ramalhão!!!!

    Abraços a todos da equipe CBN.

  7. Erick Medeiros disse:

    Boa Ramalhão!!!

    Agora sim finalmente o ramalhão terá a chance de mostrar o seu valor! Acho que, se manter essa base, ano que vem permanece na série A!

    Só não vale aprontar pra cima do Palestra!!!

    BOA!!!

  8. Alberto - O Original disse:

    Justo, sem dúvida, porque a vaga foi conquistada no campo pelo Santo André.
    Por outro lado, uma pena para o futebol em geral que um clube sem representatividade alguma e praticamente de aluguel, porque a maioria dos jogadores não estará no elenco no ano que vem, venha a disputar a 1ª divisão do brasileiro.
    É triste mais ainda saber que o Santo André poderá estar na 1ª divisão ocupando o lugar de de um Vasco da Gama, um clube grande, tradicional e de enorme torcida, quiçá, com um futebol bem inferior ao do Santo André.
    Entretanto, não podemos negar que esse é o retrato do quase falido futebol brasileiro.

  9. Guilherme Saluz disse:

    Não podemos negar a força do Futebol Paulista. 2 garantidos e 1 bem próximo do acesso. Agora é a Lusinha se garantir na A e o Guarani carimbar o acesso pra B!

  10. Luiz disse:

    Saudades do Guarani na série A. Agora vamos ter que aguentar Barueri, Santo André. Jogos que só vão ser bons para os times de SP, pois com certeza vão mandar seus jogos em Ribeirão Preto, Pres Prudente, Campinas para terem renda. Figurantes sem torcida, times completamente sem graça que só vão ajudar os irmãos grandes.

  11. Jeferson Dascanio disse:

    Gostaria de discordar do Sr. Alberto – O Original.
    Comentário como esse seu foi publicado pelo jornalista Juca Kfouri na derrota do Bahia por 4×0 para o Santo André lá na Bahia.
    Temos um campeonato com 20 times em suas divisões e é impossível voce colocar todos os times de tradição na primeira divisão…
    Ou voce acha que o Santa Cruz (PE) tambem não tem lugar?
    A queda do Vasco da Gama é só a pá de cal em cima de um moribundo que perambula pela primeira divisão a anos sendo ajudado pela CBF e pela cúpula de arbitros que não admitem que o RJ tenha menos de quatro representantes na primeira divisão…
    O ano passado subiram Sport, Vitória, Portuguesa e Ipatinga… pelo seu pensamento, o Ipatinga pegou a vaga do Corinthians… e os outros tres? Não tem tradição para disputar a 1°? Futebol hoje é organização… o Santo André mostrou que tem e subiu… e se não mostrar um algo a mais cairá… mas não está de forma nenhuma tomando o lugar de ninguem!

  12. Alberto - O Original disse:

    Caro Jeferson,
    Não discordo de você, como não discordo do Juca, se ele falou isso.
    O Santo André tem todo o direito dele, pois o conquistou de forma legítima e honesta. Sem dúvida, que ele não tem culpa da situação do Vasco.
    Hoje, o Santo André é um time muito superior ao Vasco.
    O único problema que eu vejo é que o Santo André, assim como São Caetano e outros times do grande ABC, não tem torcida representativa e não são tão atrativos comercialmente para o futebol, como seria o clube carioca.
    E isso é ruim para o futebol. Afugenta parte do dinheiro.
    Mas a culpa não é do Santo André.

  13. Fred disse:

    Olá, eu sou Filho de um Ex. jogador do santo andré, o nome do meu pai é Rubens Edecio vieira, um ponta esquerda que jogou no santo andré assim que ele subiu pra primeira divisão, juntamente com o BONA, tbm um excelente jogador.
    por favor quero saber se vc´s tem video deste dia ou fotos, pra eu ter no meu acervo pra guardar de memória.
    um grande abraço.
    Fred vandalete.

  14. Andreense disse:

    Bom sou torcedor da terceira geração de uma família torcedora do ramalhão, mas vou tentar ser imparcial no meu comentário.
    Tem muita gente como o Kifuri colocando o Santo André, são caetano e Barueri no mesmo saco de times de prefeitura de empresários de aluguel e sem tradição. Uma diferença básica pode ser notada que em todo lugar que se fala isso do Santo André aparece gente defendendo o Ramalhão, isso quer dizer que o time sim, tem muita gente que sim se identifica.
    E tem torcida sim, tem seus fiéis seguidores TOCEDORES EXCLUSIVOS do time ao estilo Guarani e Ponte, claro que é um numero reduzido são umas 3.000 pessoas membros das organizadas do time ou que fazem a média de publico em jogos até sem importância na grande SP só a portuguesa tem algo semelhante, o time de são coitados do sul quando jogamos contra eles lá, sempre temos maior torcida, isso ainda porque sendo uma cidade italianada eles sempre recebem integrantes da mancha verde (palmeiras) da cidades ou do bairro vizinho paulistano Heliopólis pra fazer volume.
    Herança de um time de 40 anos de historia, que desde de 80 esta sempre entre os grandes de SP, que já chegou a encher Palestra Itália na década de 80 em jogos contra times sem expressão de outros estados. Por isso o Santo André consegue levar aos seus jogos decisivos sem muito esforço 5.000, 10.000 ou 15.000 pagantes. Si a diretoria do ramalhão tivesse visão de marketing conseguiria recuperar a torcida que tinhamos na década de 80, hoje estaríamos no mesmo patamar de Ponte e Guarani.
    O time do Santo André não é de aluguel foram montados essa década times com base em jogadores formado no clube como o Richarlyson. No time que disputa o paulista hoje, tem 3 titulares que saíram da base e boa parte da composição do elenco.
    O Santo André nada mais é que um time desses intermediários entre os midiaticos grandes e os sem expressão, um daqueles times formado no meio da década passada por imigrantes e pelo povão de ligas amadoras. Os empresários acionistas do time, não são árabes nem russos, são 80 empresários da região do ABC torcedores doentes do time que tem 2000 reais por mês para investir no time (que convenhamos pra um empresário não é nada).
    Temos o direito de ver o nosso time que ganhou no campo disputar a primeira divisão, não se trata de um time meteórico feito pele dinheiro ninguém reclamava quando desde da década de 90 lutávamos na série C e desde 2004 estamos na série B lutando pra subir.
    E ninguém cala esse nosso amor, e por isso eu grito Ramalhão eh oh, ramalhão eh oh, ramalhão eh oh. E ninguém cala esse nosso amor, e por isso eu grito Ramalhão eh oh, ramalhão eh oh, ramalhão eh oh. E ninguém cala esse nosso amor, e por isso eu grito Ramalhão eh oh, ramalhão eh oh, ramalhão eh oh.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>