27 jun

Argentina classificada. México estava melhor até ser prejudicado de forma grotesca pela arbitragem

Análise de jogos, Copa do Mundo

De Vitor Birner

Argentina 3×1 México

Mexico começa melhor

A Argentina iniciou no 4-1-3-2. O único volante de marcação era Mascherano. Di Maria na esquerda, Messi centralizado e Rodriguez na direita formaram a linha de 3. Tévez e Higuain foram os atacantes.

O México se posicionou no 4-2-3-1. Rafa Marquez e Torrado cuidaram da marcação no meio. A linha de 3 teve Guardado na esquerda, Bautista pelo centro e Giovanni na direita. Hernández foi o centroavante.

O time de Javier Aguirre começou melhor. Marcava a saída de bola hermana e impedia a transição da defesa para o ataque com a dita cuja rolando na grama.

A Argentina, tal qual acontece desde o início do mundial, pecou no trabalho coletivo. A qualidade dos meias e atacantes poderia dar aos nossos vizinhos o futebol mais bonito do torneio.

A beleza aparaceu, contudo nos lances individuais, em especial de Messi e Tévez.

Árbitro e auxiliar mudam a cara do jogo

O apitador italiano Roberto Rosseti e o bandeirinha 2  Stefano Ayroldi mudaram a cara do jogo.

Erro ridículo deles. Como em Alemanha x Inglaterra, não precisava nem de repetição para ver os impedimentos.

Isso mesmo. Foram dois. Ambos de Tévez.  Estava em posição irregular quando recebeu o lançamento de Messi e o goleiro Pérez saiu para a defesa. No segundo passe de Messi, o do gol aos 25, aconteceu algo raríssimo.

Quantas vezes você viu um jogador fazer gol à frente de todos jogadores doutro time? Não me lembro. Não tinha goleiro nem zagueiro para confundir o soprador de apitos.

Contragolpe aberto

Era tudo que a Argentina necessitava. Veloz e capaz na frente, ganhou a possibilidade de contra-atacar. O erro do apito também irritou  demais os mexicanos que se perderam.

Maldade

O gol foi reprisado no placar eletrônico com direito à parada de câmera para ver a posição irregular. Os torcedores na arquibancada viram. Os atletas mexicanos e auxiliar também.

O bandeirinha chamou o árbitro e avisou, mas o italiano não levou em conta.

Estava compromissado com a falha e o conservadorismo destrutivo da Fifa na questão da eletrônica.

Ozório entrega o segundo

O zagueiro deu a bola para Higuaín, aos 33, driblar Pérez e ampliar a vantagem.

Os hermanos tomaram conta do duelo até o terceiro gol, aos 8 da etapa complementar.

Golaço de Tevez!

Que chute lindo de Carlitos. Pegou forte, de fora da área. Pérez foi nela de teimoso.

México retoma controle do jogo

A Argentina tinha tudo para golear. Adversário aberto, irritado, com a zaga exposta…

Entretanto os comandados de Maradona pararam de atacar. Ficaram atrás vendo o México trocar passes.

No desespero, foi para o maluco 3-3-4 agora. Osório, Marquez e Rodríguez na zaga, Juarez e Torrado de volantes, Salcido na esquerda, Barreira e Giovanni dos Santos abertos pelos lados do ataque, Franco e Hernández dentro da área.

Aos 26, a marcação argentina deu mole no meio, a bola chegou em Hernadéz, ele deu o driblou de corpo em De Michellis e fez o de honra.

O México dominou até o final, a Argentina só marcou e vai encarar a Alemanha nas quartas-de-final.

Justa?

O erro do apito mudou o andamento do jogo.

Você decide se a classificação foi  justa.

253 respostas a Argentina classificada. México estava melhor até ser prejudicado de forma grotesca pela arbitragem

  1. DeboraH disse:

    Grande Pacheco!!!!!

    Belíssimas palavras.
    Também penso como você.
    Construir relações, seja em que nível for, dá trabalho, demanda tempo, nos traz rugas e cabelos brancos, mas, na minha opinião, vale a pena.

    MUITO bom ter teu carinho e tua maturidade. ;o)

    beijo grande,

    déh

  2. Gustavo Soares disse:

    Dois dias longe do blog e perco uma discussão ultra acalorada… nem na reta final do Brasileirão do ano passado os animos estavam tão alterados…

    Bom eu concordo com o Visão e também concordo com a Deborah… rs.

    Os lances, tanto o do Fabuloso quanto o do Tevez como o do Lampard foram determinantes nas partidas. No entanto, creio que se pudessemos dar uma nota de 0 a 10 na importãncia do lance, o do Tevez teria 10 o do Lampard 9 e o do Luis Fabiano 7. Bom dito isso concordo com a Deborah quando ela diz que o comentário foi deveras venenoso e bom até que o Birner tem se mostrado um monge tibetano nas suas respostas rs… se fosse em outros blogs… já vi cada coisa…

    Espero que role um armisticio e que o blog mantenha suas discussões em alto nível, o que é um dos diferenciais deste blog.

    sds tricolores (ironia ou não a seleção mexicana é conhecida em seu país como El Tri)

  3. Erick Medeiros disse:

    Calma galera, vcs estão muito tensos…

    Visão digamos que o juiz do jogo do Brasil – errou – ,assim como o juíz do jogo da Espanha contra Portugal: "só" – errou -.

    Agora o juíz do jogo da Alemanha – EEERRROOOUUUU – e o do jogo da argentina – EEEERRRROOOOOOOOOUUUUUUUU!!!!!!!!! – , capiche?

    kkkk…

    Abraço,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>