12 mar

Vitória magra como o futebol do São Paulo contra o Bentão; Muricy precisa repensar o 4-4-2 para o jogo contra o San Lorenzo

Birnadas

De Vitor Birner

São Paulo 1×0 São Bento

Tédio, irritação, desânimo, sono, preocupação…

Cada torcedor do time grande reagiu do seu jeito ao ver a fraca apresentação são-paulina.

Creio que a quase nenhum ficou feliz.

Os maiores problemas foram a má qualidade do passe e a falta de entrosamento.

Os laterais Auro e Carlinhos não acrescentaram nada ao sistema ofensivo.

Centurión, participativo e batalhador, por causa da noite ruim na parte técnica não deu sequências aos lances, além de ter perdido o gol na única oportunidade antes do intervalo.

Michel Bastos acertou um lançamento díficl para e ‘hermano cabecear na trave.

Eles e Kardec foram os que mais se mexeram.

Thiago Mendes, volante junto com o Denilson, tentou se aproximar de todos.

Alexandre Pato não ficou parado, mas pareceu perdido.

O 4-4-2 de Muricy pede um atacante de velocidade do lado ou a movimentação coordenada para criar a dinâmica capaz de confundir sistemas defensivos posicionados da maneira certa, tal qual do São Bento.

Como ela foi ruim e vários boleiros viveram noite de pouca inspiração técnica, de novo a equipe trocou passes na meia e não conseguiu evoluir dali em diante.

Hudson voltou do intervalo no lugar de Thiago Mendes.

Não creio que foi uma opção técnica.

Os volantes receberam cartões amarelos e a ideia foi evitar a expulsão.

As falhas no passe proporcionaram diversos contra-ataques ao Bentão.

Mas o time de Sorocaba mostrou alguma competência apenas nos desarmes.

O São Paulo melhorou com Hudson.

A troca de posições continuou confusa, pouco objetiva e ineficaz, mas os jogadores ao menos ficaram mais próximos uns dos outros e se entenderam melhor.

A marcação mais forte no campo de ataque foi o pilar da criação dos lances de gol.

Ao recuperar a bola na frente, achou lacunas para arriscar chutes da entrada da área.

Michel Bastos, como de costume, foi quem mais apareceu.

Hudson foi quem roubou a bola no ataque e sofreu o pênalti convertido, aos 28, por Rogério Ceni.

O volante, alguns minutos depois, protagonizou a jogada individual mais bonita ao driblar os marcadores e finalizar de frente para o goleiro.

Em suma, terminou como protagonista do sistema ofensivo.

Quando ele brilha no meio de Pato, Kardec, Bastos, Centurión ( Boschilla), é porque os companheiros não renderam.

O único proveito que Muricy pode tirar do que viu, pois o paulistinha não serve para mais que observações e testes, é que o time jogou mais compactado no 4-2-3-1 da derrota diante do Corinthians no paulistinha que nas partidas anteriores.

O San Lorenzo de Edgardo Bauza, treinador muito competente, costuma utilizar a tática de 3 jogadores na criação e e 2 volantes.

O 4-4-2 mais vezes colocado em prática neste São Paulo deixará o time com um jogador a menos no setor central se todos que forem ao campo na próxima semana não ajudarem de fato na marcação.

Isso precisa ser resolvido antes do próximo treino, pois é necessário fazer um monte de ajustes para o confronto da Libertadores e os treinamentos devem ser aproveitados ao máximo.

Ficha do jogo

São Paulo – Rogério Ceni: Auro, Lucão, Edson Silva e Carlinhos; Denilson, Thiago Mendes (Hudson), Michel Bastos e Centurión (Boschilia); Alan Kardec (Ewandro) e Alexandre Pato
Técnico: Muricy Ramalho

São Bento – Henal; Alex Reinaldo, João Paulo, Wanderson e Marcelo Cordeiro; Renan Teixeira (Éder), Eder Correia, Giovanni (Diego Barboza), Serginho e Renan Mota (Chico); Romário
Técnico: Paulo Roberto Santos

Árbitro: José Cláudio Rocha Filho – Assistentes: Alberto Poletto Masseira e Eduardo Vequi Marciano

 

126 respostas a Vitória magra como o futebol do São Paulo contra o Bentão; Muricy precisa repensar o 4-4-2 para o jogo contra o San Lorenzo

  1. CBarros disse:

    Birner você como são paulino e conhecedor do jogo da bola, por favor diga a verdade para os seus seguidores do Blog. Dizer que o problema do São Paulo é de entrosamento e de esquema de jogo só pode ser brincadeira. Esse time vem jogando junto faz tempo. Muricy já testou tudo que é sistema e não dá certo. Faça um favor, diga o seguinte: O elenco do SPFC é fraco. O time não tem zaga, não tem laterais, volantes e sequer um centroavante confiável. O SPFC está a anos luz do Corinthians, Santos e Palmeiras, o SPFC está num nível de Ponte Preta, Mogi e olhe lá.

  2. Cleber (torcedor do Santos) disse:

    Acho que já passou da hora de o Muricy utilizar o sistema 3-5-2 que ele tanto gosta e conhece. Enfia o Centurion e o Pato, que são velozes e versáteis, recua o Souza p/ 1º volante, tirando o brucutú do Denilson, completando o meio com o Bastos e o Ganso. Carlinhos e Bruno nas alas e a zaga com Tolói, Edson Bastos e o Dória. Fica mais forte nos três setores. Lembrem-se: o Liverpool é extremamente ofensivo e joga nesse sistema. Não é motivo de vergonha e nem de parecer retrógrado. Sistema bom é o que funciona!

  3. Don hill disse:

    O tecnico não é o problema, o são paulo teria caido sem o muricy e concerteza nenhum outro tecnico ia conseguir segurar a pressão da diretoria,

    A diretoria errou em algumas contratações não pelo o nivel tecnico dos jogadores e sim porque contratou 4 ou 5 jogadores pra mesma posição, ai o muricy tem que improvisa e o time cai de rendimento,

    o fato e que o muricy não encontrou o time ideal, não se encaixou.
    o que não da pra se conforma é.

    – Os laterais não marca ninguem, e não acerta um cruzamento na area.
    – O rogerio nos treinamentos joga na linha, chega no jogo vai pro gol sem ritmo e acaba falhando.
    – Os volantes não marca e não consegue atacar de forma efetiva,
    – No time de 11 jogadores que quer ser campeão não pode ter só 3 destaques michel bastos, Pato e Souza.

    Sr. Aidar e Ataide Gil Guerrero abaixe os preços dos ingressos, o são paulo está em crise, vale mais 1 passarinho na mão do que 2 voando, o torcedor São Paulino é o mais apixonado do mundo e tenho certeza que vamos apoiar se os jogadores horar a camisa.

    Se preocupem em conseguir um patrocinador master,

    Diretoria comissão tecnica e jogodores tem que seguir a mesma linha de raciocinio.

    Muricy pare de ouvir quem so quer o mal do São Paulo.

    Esse é o basico do futebol e sei que voces querem isso mais do que eu, então porque vcs não faz isso?

  4. Itamar disse:

    Marcos SPFC: vc é um mal Sãopaulino, que fica só reclamando. Torcida tem que ir lá e torcer, estando o time mal ou não. Quem tem que ver se o técnico é ruim (e não é) é o presidente! Vou no estádio e xingo o time adversário, não o meu. Fica Murici, até aposentar. Fora LF e todo jogador que o JJ trouxe.

  5. paulo de godoy disse:

    Olha , infelizmente o torcedor cansou ! Tá na cara que o problema é o Murici …
    Um Tite faria esse SP um vendaval ( elenco caríssimo ,bons jogadores ) ; atualmente o time está perdido em campo , jogadores como LF com cadeira cativa no time (nem banco podia) , será que o Murici não se toca ? A resposta
    das ruas já veio : estádio vazio ; Ganso , já que não temos mais Kaká , é iprescindivel nesse time além de Pato e Michel ; o Ceni tb podia revesar um pouco com o Denis se não fosse tão vaidoso ( bolas defensáveis têm entrado )
    Copa Libertadores desse jeito nem pensar ! Melhor torcer pros itaquerenses …

  6. Silvio disse:

    Qualquer formação do SPFC que tenha Denilson e Luis Fabiano tem 90 % de chances de fracassar. Com o Ganso , talvez não, caso se ele estiver em um dia inspirado e descansado , pode ser que faça alguma coisa. Outra coisa, tem torcedor questionando até o Michel Bastos e por incrível que pareça o Centurion , também, vamos ser mais coerentes e pensar um pouco antes de escrever, o Centurion tá chegando agora no SPFC e pelo menos raça já mostrou que tem e o Michel Bastos , não tem nem o que falar, sem ele nesse time aí sim o negócio ia estar pior , se é que é possível….

  7. CBarros disse:

    Muricy cometeu e ainda comete um grande erro. Sob a justificativa de ser um amigo do elenco, uma cara ético(e o é), o erro do Muricy foi passar e continuar passando a mão na cabeça de jogadores sem a mínima condição técnica de jogar no time. Um dos motivos infelizmente para isso foi que muitos desses cabeças de bagre que ai estão foram indicados por ele mesmo, agora Muricy, pague o Pato.

  8. rodrigo adriano da silveira disse:

    birner quero ver na hora que o tricolor cair na libertadores e veja cair fora do paulista e digo aturar a metade destes titulares é dose para caramba pois chega de rogério ceni,denílson,ganso,luís fabiano pois eles sempre faltam gás em jogos importantes fora que alguns titulares não deveriam nem ir para a reserva pois são jogadores super limitados e sempre falham em jogos decisivos pois este grupo é fraco demais e chega de gente imconpetente e preguiçoso pois assim não dá e o muricy precisa mudar seus conceitos pois o futebol hoje não é aquele cai-cai até 10 anos átras.

  9. Daniel disse:

    Caro Birner, como vai? Sofrendo muito com seu time? Deixe lhe aliviar a dor. Seu time não tem problemas. Ele é apenas mediano mesmo. É exatamente o que você e outros torcedores estão acompanhando. Rogério, Ganso e Luis Fabiano são os melhores jogadores e o que eles fazem quando enfrentam um time mais organizado? São anulados. O Vice do brasileiro deve ser relativizado pois o Cruzeiro jamais foi ameaçado. O SP teve méritos para acumular pontos que o levaram a segunda posição e nada mais. Nunca teve um time pra ser campeão de fato, como não tem agora. Fico pasmo quando bons jornalistas insistem em dizer que o elenco é muito bom. A realidade diz o contrário. Enfim, Birner , fico aqui só me divertindo com tudo isso rsrs. Saudações de um fã corintiano.

  10. nano disse:

    Murici, se atualizar faz bem

  11. ubira disse:

    Com um futebol feio com um Luiz Fabiano em fim de carreira um tal de ganso que nunca mostrou pra que veio, e mais meia dúzia de medianos pra fraco e com um técnico que está ultrapassado fica difícil vai perder pro time de Itaquera outra vez, é dose. Moro em Itaquera.

  12. DAVI TRICOLOR disse:

    Desânimo. Não sei qual é o problema do SPFC; logo, não sei também quais das soluções apontados pelos torcedores e jornalistas seriam ou não eficazes (trocar o técnico? Tirar Denílson, L. Fabiano e Ganso do time? A crise na Direção interfere no grupo de jogadores? Milton Cruz continua sendo um problema? O Muricy está diferente, mais abatido, desanimado e, por isso não acerta o time?). Só sei que o jogo feio, sem alma e sem jogadas de ataque têm me feito nem querer mais assistir às partidas do São Paulo. E não sou o único com esse desinteresse. Amigos e familiares próximos estão com a mesma sensação: não vale a pena perder tempo com as partidas do Tricolor. Desde logo afirmo que gosto do Muricy e acredito que cedo ou tarde ele dará padrão de jogo ao time (o Muricy SEMPRE demorou para dar padrão de jogo aos times que treina). Mas não fecho os olhos para os seus defeitos. Ora, talvez dar padrão de jogo ao time daqui dois meses seja tarde demais, e por isso não me ofendo com quem deseja a troca de treinador agora. Mas, apesar de não saber qual o problema a ser atacado agora, uma crítica posso fazer: as declarações do Muricy ao final do jogo contra o São Bento foram péssimas. Caramba! O Aidar já parou de falar bobagem (falou muita besteira e foi muito criticado, com razão, por isso). Já quando o Muricy escancara numa entrevista coletiva que há divisão interna e que ele crescer nos momentos ruins, coloca-se numa clima de “nós” contra “eles”, como se ele, Muricy, estivesse lutando contra o “Mal”. Sei que ele é boa pessoa e são-paulino, mas essa posição de vítima de “complôs” (reais ou imaginários) não ajuda de jeito nenhum. O Muricy deveria ter sido duramente criticado pelo que falou (sua fala foi classificada como “desabafo”, como se o Muricy fosse o dono da verdade – todos confiam no que ele fala), pois não tenho dúvida de que isso desviou o foco das últimas péssimas atuações do time. O futebol do SPFC precisa melhorar dentro e fora de campo. Ocorre que dentro de campo cabe ao Muricy fazê-lo. Fora de campo, suas declarações apenas atrapalharam. Abs.

  13. Roberto Pedroso disse:

    Esse é também um sério problema do SPFC alguns de seus torcedores elogiam o Ganso e tem pouca paciência com Denilson, ovacionam Luis Fabiano e criticam o Hudson …vai entender esse comportamento…mas de fato esse esquema tático do tricolor é tão ultrapassado quanto o próprio Muricy,talvez este deveria ser o momento de voltarmos ao velho mas eficiente esquema 3-5-2,com Edson Silva(enquanto Breno não se recupera),Lucão(enquanto o Dória não se recupera)Paulo Miranda,(enquanto Rodrigo Cairo não se recupera)no meio Denilson,,Centurion e Bosquilia(ou Thiago Mendes) nas laterais Hudson( que pode ser substituído por Auro) e Michel Bastos (ambos como laterais sem o compromisso absurdo de voltar para recompor a defesa pois ao jogar com três zagueiros se ameniza a necessidade dos laterais em voltar para ajudar na marcação em todos os lances),na frente Pato e Jonathan Cafú (ou Alan Kardec),uma escalação simples com um time compacto, coeso e eficiente,que poderia ser aplicada na libertadores, mas fica a pergunta será que o tricolor deve realmente pagar tão vultoso soldo para um técnico que nem sequer consegue escalar de forma mais defensiva e eficiente o time?

  14. Ge disse:

    Tudo o que eu vi foi um time que tem o mesmo “padrão” do titular: desorganizado taticamente, MAL TREINADO, apático, fraco na defesa com seus volantes e zagueiros, MUITO IMPROVISO, erros de passe, e se salvando no chutão-chuveirinho e em algum lance individual.

    Não tem conjunto, não tem qualidade como time, equipe. Tanto faz os nomes, titulares ou não, o muricybol que nos dá vexames com os grandes, goleadas enganosas sobre os pequenos e vitórias sem graça até com os times medianos não vai mudar. Quem duvida que o jogo seria do mesmo jeito se fossem os 11 titulares ontem, neste jogo?

    O SPFC tem no papel uma máquina de futebol (excetuando claro aqueles nomes de sempre), mas está “virando abóbora” nas mãos do muricy. Vai virar uma perebice só. Desanimador. E quem defende o muricy, que chama de “modinha” quem não aprecia muricy e determinados jogadores medalhões, parece os petistas e seu discurso de chamar de “elite branca” e “coxinha” que quem questiona nossa presidente, seus governo e seu partido. Cinismo.

    Enquanto isso, o SPFC vai ficando para trás. Mais uma vez vence, mas não convence. Colocou o time reserva, fez improvisações. Enquanto isso o técnico de nosso maior rival, mesmo com campanha que permite a folga, coloca o time titular para jogar no paulista mesmo tendo de jogar de novo na 3a feira PELA LIBERTADORES . Se vocês acham que o SPFC está no caminho certo e o time bem administrado, produtivo…

    Um técnico ATUALIZADO, de cabeça arejada, que não tem preguiça nem má vontade de APRENDER, que tenha mais coerência do que preferência na hora de escalar um time, jogar em determinado esquema, seja 3-5-2 ou 4-3-4 ou qualquer outro, UM TÉCNICO QUE SABEM MONTAR UM ESQUEMA E ESCALAR UM TIME DE ACORDO COM AS PEÇAS QUE TEM NAS MÃOS, que produza mais RESULTADOS E EVOLUÇÃO do que DESCULPAS e justificativas furadas, faria esse time do São Paulo jogar MUITO MAIS do que vem apresentando.

    Nomes? CUCA, SANPAOLI, PEKERMAN, LUXEMBURGO, MARCELO OLIVEIRA…

    O corintians com aquele elenco de SEGUNDA CATEGORIA é regular, tem regularidade, porque o Tite NÃO INVENTA, NÃO IMPROVISA, SE e não coloca todo jogou uma escalação diferente para CONFUNDIR OS JOGADORES e depois não vem com a desculpa de falta de entrosamento.

    O Tite é não é um gênio, nem o melhor técnico do mundo. MAS É COERENTE.

    Muricy é tão “coerente” como o Felipão. Cadê a coerência nas escolhas do Muricy?

    Faz o arroz-feijão e não inventa, PQP!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    FORA MURICY!!!!

    • Ge disse:

      Correção:

      “O corintians com aquele elenco de SEGUNDA CATEGORIA é regular, tem regularidade, porque o Tite NÃO INVENTA, NÃO IMPROVISA, não coloca todo jogou uma escalação diferente para CONFUNDIR OS JOGADORES DA SUA EQUIPE, e depois não vem com a desculpa de falta de entrosamento.

      O Tite NÃO É um gênio, nem o melhor técnico do mundo. MAS É COERENTE. “

  15. Ge disse:

    Pagar 20 reais para passar nervoso com o futebol ridículo e sonolento do time “treinado” pelo muricy, para passar raiva, revolta e sofrer de vexame contra o Corintians e TODO TIME QUE TEM UM TÉCNICO COMPETENTE no comando, colocando o time do SPFC na roda até no Morumbi, é muito caro.

    Tem que se preocupar é com a produção deste time. Com este treinador que só teve reforços na equipe desde que voltou ao clube (coisa que seus antecessores – Ricardo Gomes, Adilson Batista, Ney Franco, Leão, AUTUORI) nunca tiveram.

    Esse padrão de horror, que é a “tática” deste “treinador”, que não treina nem mesmo uma jogada ensaiada numa bola parada. Isso sim, deve ser a prioridade.

    O SPFC na figura de seu treinador, já reclamava de “cansaço” no inicio do paulista. Vários jogos atuou com o time reserva. E o rendimento dos titulares descansados NUNCA melhorou.

    Já o Corintians fez pré-temporada no exterior, ninguém reclama de cansaço e o treinador deles não tem essa desculpa, coloca o time titular para jogar direto, para pegar padrão e entrosamento cada vez mais.

    O senhor muricy deu “folga” no fds para os titulares, e mais uma vez, fez treino fechado (como se mudasse alguma coisa para melhor. Toda vez que fez treino fechado, o time PERDEU o jogo seguinte).

    Os jogadores do SPFC estão rendendo e correndo o suficiente para merecerem folga e alegar cansaço? Será Tite e os jogadores do corintians seres de outro planeta por EM MARÇO não se preocuparem com “cansaço”???

    Esse é o “trabalho” que as muricetes e IMPRENSA que tem medo ou paparica Muricy Ramalho (principalmente os mais velhos, AMIGOS do treinador desde seu tempo de jogador, ou seja, não tem ISENÇÃO ou coragem de criticá-lo, seja por simpatia ou amizade) não enxergam. Vou refrescar suas memórias “seletivas”. Principalmente para os boçais que dizem que este enganador é “legítimo discípulo de Telê Santana”. Nem vou falar de futebol treinado e “padrão de qualidade” do futebol das equipes na comparação. Apenas comparem a lista e o tamanho dos títulos conquistados e as derrotas/vexames de cada um.

    Por isso que certas idolatrias (Muricy, Luis Fabiano, Rogéro Ceni) nunca vou entender.

    AS 13 ELIMINAÇÕES do SPFC nas mãos de Muricy Ramalho: O REI DO MORRE-MORRE.

    2014: Bragantino – Copa do Brasil
    2014: Penapolense – Paulistão
    2013: Ponte Preta – Copa Sul-Americana
    2009: Cruzeiro – Copa Libertadores
    2009: Corinthians – Paulistão
    2008: Atlético-PR – Copa Sul-Americana
    2008: Fluminense – Libertadores
    2008: Palmeiras – Paulistão
    2007: Millonarios (COL) – Copa Sul-Americana
    2007: São Caetano – Paulistão
    2007: Grêmio – Copa Libertadores
    2006: Internacional – Copa Libertadores
    2006: Boca Juniors (ARG) – Recopa Sul-Americana
    (Fora o sofrimento e a freguesia nos clássicos regionais…)

    Sobre o centroavante medalhão do SPFC, outro ídolo enfiado á força goela a baixo de todo sãopaulino: Sou forçado a admitir atualmente uma “invejinha branca” dos torcedores corintianos.

    Esse Paolo Guerrero é decisivo mesmo. Se tá 0 a 0, jogo difícil, ele marca o seu gol e dá vitória ao time. Se o time está perdendo, ele garante pelo menos o empate.

    Decisivo. Faz gol de título, gol em final de campeonato, mata-mata.

    Ou seja, é exatamente tudo aquilo que Luis Fabiano não é e NUNCA FOI.

    Luis Fabiano, o “artilheiro recordista de gols inúteis”, é o oposto exato de Paolo Guerrero. Se tem uma coisa de que esse peruano nunca será chamado é de “pipoqueiro”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>