22 mai

Cruzeiro silencia Monumental de Nuñez em noite inspirada do técnico Marcelo Oliveira

Análise de jogos, Copa Libertadores

De Vitor Birner

River Plate 0×1 Cruzeiro

O jogo começou com os times se alternando na imposição de suas propostas de jogo.

O de Marcelo Gallardo foi superior nos momentos que foi capaz de sair da defesa trocando passes, e o de Marcelo Oliveira quando acertou a marcação na frente.

Mas durante os 90 minutos, o brasileiro goleou o argentino na leitura do que se passou em campo e ao arrumar soluções para fortalecer a equipe.

As trocas fizeram o Cruzeiro crescer.

Com mais qualidade no passe, antes e depois delas, teria feito outros gols.

Vencer em Nuñez lotado é sempre especial.

E o resultado colocou a agremiação mineira  mais perto da semifinal.

Pequenas alterações na proposta

Marcelo Oliveira não alterou o esquema tático.

Marquinhos, na direita, Willian do outro lado e De Arrascaeta formaram o trio de criação.

Leandro Damião jogou à frente deles.

Henrique e Willians foram os volantes .

O tradicional 4-2-3-1 que o treinador adota na maioria dos jogos desde quando assumiu o cargo de técnico do Cruzeiro, precisava de alterações para atuar em Nuñez.

O time tem caído de rendimento quando joga fora da arena mineira.

Falta entrosamento para manter a bola no meio de campo.

Por isso era preciso iniciar a marcação mais adiantada.

Diante do São Paulo, quando perdeu no Morumbi e foi mal, iniciou os desarmes na linha que divide o gramado.

Na ‘cancha millionaria’, fez isso começou na meia.

Impediu o River Plate fazer a transição, com troca de passes, ao ataque nos primeiros 10 minutos e por isso foi um pouco superior.

Retomou a posse dela na frente com o sistema defensivo argentino mal-posicionado.

A melhora do River Plate 

Marcelo Gallardo optou pelo 4-4-2.

O meio de campo contou com Sánchez na direita, Martínez do outro lado, além de Kranevitter, o mais defensivo do setor, e Ponzio, volante que apoia, entre eles.

O primeiro foi o principal atleta do River Plate no jogo.

O uruguaio e o lateral Mammana conseguiram, após os minutos iniciais, superar a marcação adiantada do Cruzeiro e garantiram ao time a possibilidade de ficar na meia.

O sistema defensivo cruzeirense, após o crescimento dos hermanos, cometeu falas.

Willian tinha que acompanhar os avanços do lateral e Mena marcou Mora, atacante que atuou ou na área junto do centroavante Gutiérrez, ou onde o chileno marcou.

Willians, por isso, precisou ficar atento ao Sánchez. Como De Arrascaeta não compreendeu, Ponzio apareceu naquela região e o River Plate jogou melhor.

Não criou grandes oportunidades, mas poderia fazer 1×0 com mais competência nas finalizações.

Assim como poderia sofrer o gol nas enormes brechas que deixou para o contra-ataque.

O mapa da mina

Os zagueiros do River Plate são limitados.

Funes Mori, mole, perdeu a dividida para Willian e o atacante finalizou dentro da área.

Maidana, lento, perdeu na corrida para Leandro Damião, impedido, trocou empurrões com o centroavante que desequilibrado chutou mal.

Marcelo Oliveira goleia Marcelo Gallardo

Os treinadores, insatisfeitos por causa do futebol que seus times mostraram logo depois do intervalo, procuraram as soluções no banco de reservas.

Como o Cruzeiro tinha dificuldade para superar a marcação no meio de campo, um tirou De Arrascaeta, que jogou mal, e colocou Gabriel Xavier.

Precisava melhorar a qualidade do passe e de alguém se aproximasse dos companheiros para tabelar.

Marcelo Gallardo, em seguida, optou por Mayana e Piculichi nos lugares de Ponzio e Martínez.

Os volantes do River Plate tinham recebido cartão amarelo, O técnico tirou o mais habilidoso para colocar o uruguaio que marca mais, e o atleta que ficava em frente ao lateral Vangioni para ter um meia que prefere jogar centralizado e se aproximar dos atacantes.

Trocou o 4-4-2 das ‘linhas paralelas’ pelo 4-3-1-2 com losango no meio de campo e Pisculichi como principal articulador no setor, tal qual na campanha do título na Copa Sul-Americana.

E Marquinhos ganhou mais lacunas para o contra-ataque.

Só não agregou uma assistência às estatísticas pessoais porque Willian correu muito e pensou pouco ao permanecer adiantado, não atrás da linha da bola, no contra-ataque.

O técnico do River Plate, passados poucos minutos, trocou Mora por Cavenaghi.

Em suma, abriu mão do atacante pelos lados para ter na área outro centroavante junto de Gutiérrez.

Pretendia investir nos cruzamentos, pois o time não conseguia tabelar e superar a marcação no meio de campo, e nos chutes e aproximação de Pisculichi dos centroavantes que podiam, de costas para Fábio,  preparar os lances ou trocar passes curtos com o meia.

O colombiano, no equívoco do zagueiro Bruno e talvez do bandeirinha, perdeu a principal oportunidade do River Plate.

Marcelo Oliveira compreendeu e tirou Willian para o volante Charles jogar.

Aquilo que os menos atentos podem chamar de alteração defensiva, foi, de fato, um nó tático.

Henrique, Willians e Charles ficaram plantados em frente aos zagueiros e laterais.

Mayke e Mena priorizaram a marcação.

Marquinhos, Gabriel Xavier e Leandro Damião inciaram a marcação na meia e quando não tinham êxito um deles recuou para ser o quarto jogador do meio de campo.

O sistema de marcação ficou mais sólido e o contra-ataque, diante da equipe tensa por não criar oportunidades no estádio pleno por seus ‘hinchas e por isso cada vez mais ansiosa ao ir para frente, não perdeu força.

Após todas as alterações, o Cruzeiro foi superior.

Pisculichi, por exemplo, foi engolido pelos volantes.

Gabriel Xavier colocou Marquinhos, pouco antes, na cara do gol, e o zagueiro do River Plate tirou a bola em cima da linha após a finalização do atacante.

O jovem meia-atacante participou da jogada mais importante da partida.

Simples e na raça

Na cobrança de lateral na área, Leandro Damião levou a melhor contra Funes Mori, mole, na dividida de cabeça,Gabriel Xavier chutou e Marquinhos, livre, silenciou o Monumental de Nuñez.

A participação de Gabriel Xavier foi óbvia, assim como a do artilheiro.

O maior mérito no lance foi do centroavante.

Era difícil, para ele, levar a melhor por cima e ainda tocar de cabeça ao Gabriel Xavier.

Não é relevante se teve a intenção ou sorte no passe.

No jogo tão importante prefiro valorizar o feito.

Pode levar o time à semifinal.

Muito superior após o gol

O River Plate tentou fazer algo na parte ofensiva, mas parou na forte marcação do Cruzeiro.

Faltou mais qualidade nos passes para o Cruzeiro fazer outro gol.

Esse foi maior entrave do time ao longo dos 90 minutos.

Mereceu

Arbitragem não interferiu no resultado.

Falhou ao não marcar um impedimento de cada time.

Invalidou com razão o gol do River Plate antes do intervalo.

No critério de cartões, merece elogios.

Assim como no das faltas.

Ficha do jogo

River Plate Marcelo Barovero; Mammana, Jonatan Maidana, Funes Mori e Vangioni; Carlos Sánchez, Matías Kranevitter, Leonardo Ponzio (Camilo Mayada) e Gonzalo Martínez (Leonardo Pisculichi); Rodrigo Mora (Fernando Cavenaghi) e Teófilo Gutiérrez
Técnico: Marcelo Gallardo

Cruzeiro – Fábio; Mayke, Manoel, Bruno Rodrigo e Eugenio Mena; Willians e Henrique; Marquinhos, De Arrascaeta (Gabriel Xavier) e Willian (Charles); Leandro Damião (Henrique Dourado)
Técnico: Marcelo Oliveira

Árbitro: Enrique Osses (Chile) – Auxiliares: Carlos Astroza e Marcelo Barraza

47 respostas a Cruzeiro silencia Monumental de Nuñez em noite inspirada do técnico Marcelo Oliveira

  1. Rick Salvador disse:

    Vc resumiu bem, Birner !: “Simples e na raça”. Se o Cruzeiro não foi ofensivo, tbm não se intimidou. Ainda vejo o Damião muito solitário, mas seu comprometimento nas partidas tem surpreendido e às vezes compensado seu “isolamento tático”, o episódio do gol é exemplar, pois foi daí que nasceu a dividida dentro da área que sobrou p marquinhos marcar o gol !
    .
    Saudações Palestrinas Celestes e parabéns pela “transmissão” no Uol Esportes!

  2. Nilceia disse:

    Arrascaeta vem jogando muito mal ultimamente. Parece que não está feliz aqui , erra muito e sempre quer correr sozinho com a bola até perder .
    Cruzeiro precisa melhorar muito , pois está dando passes errados demais e sem objetivo, fora o desperdício de gols .

  3. Velosão disse:

    Caro blogueiro, a sua leitura foi precisa como sempre, parabéns! Se me permite, gostaria de acrescentar que o Cruzeiro ainda possui muitas deficiências, e não é fácil para um treinador remontar uma equipe após perder seis dos seus principais jogadores. Este time ainda está longe da ótima equipe Bi-campeã Brasileira de 2013/14, falta entrosamento e carece de maior criação no meio de campo, além de uma maior compactação entre defesa, meio-de-campo e ataque. por outro lado estas carências estão sendo superadas pela raça, vontade de vencer e determinação de seus jogadores, como mostrou contra o SPFC no Mineirão. Aos poucos a raposa vai encontrando o seu caminho e possui grandes possibilidades de passa de fase e lutar pelo título. Pelo que tenho visto dos times que restaram não existe nenhum bicho-papão. Mantendo os pés no chão, HUMILDADE

    • Velosão disse:

      concluindo: e seriedade creio que a Raposa se credencia a ganhar esta Libertadores.Saudações Celestes!

      • Ivan Moisés disse:

        É,sr.Velosão( Valdemir Faleiros ) ! O sr. está cantando vitória antes da hora ! O Cruzeiro pode pegar o Inter nas semis e isso não é fácil.A história dos confrontos diretos entre São Paulo e Cruzeiro mostra o porque de sua pessoa perseguir tanto o São Paulo com palavras injustas !

      • Wilson disse:

        Como? Cadê a raposa pikachu?
        Levaram uma lavada!

  4. MAURÃO disse:

    Zeiroooooooooooooooooooo

  5. ESMAEL QUEIROZ DE OLIVEIRA disse:

    OBRIGADO

    AFINAL, VOCÊ FOI O ÚNICO DESTA IMPRENSA TENDENCIOSA E BAIRRISTA QUANTO AOS TIMES FORA DO EIXO RIO/SÃO PAULO A FALAR SOBRE O CRUZEIRO.

  6. JOSÉ CARLOS disse:

    Valeu Birner:

    O Cruzeiro não anda tão bem, mas está jogando mais focado nesta Libertadores. Tomara que consiga bons resultados para o futebol brasileiro, pois estamos precisando. É uma pena que seja um time Mineiro e que a imprensa tenha dado tão pouca importância.

    Valeu…. Cruzeirooooooooooooooooo…..

    • ROCCO-SP disse:

      E nessas horas que o GIGANTE cresce !
      A imprensa, nem toda, anda meio desanimada, apostaram alto, a perda foi grande!
      E nessa hora também tem que mostrar que a IMPRENSA, nem toda, não faz a menor diferença, quando se está por cima !
      Se por baixo, os nossos times não existem, que continuem nos ignorando, os dois PALESTRA ITALIA , o da daqui e o de MINAS!

      • ROCCO-SP disse:

        Por exemplo o jogo do meu Verdão será domingo as 11 hs da manha, sem tv, e até agora já vendeu mais de 32 mil ingressos!
        Quem faz a diferença, não é a MIDIA, mas os clubes, com trabalhos sérios e que transmitam credibilidade, neste mar de lama que é o nosso FUTEBOL!!

  7. Eder Junio disse:

    Perfeita descrição da partida, parabéns!

  8. Dailton Guedes disse:

    Birner,
    Sempre vi vc, blogueiro, como a voz do SãoPaulo, mas mesmo assim, eu que não sou tricolor, parei para ler seu texto do jogo do Cruzeiro. Cara, vc fez a leitura correta do jogo, o que mostra que jornalistas como vc poderiam falar menos de seus próprios times do coração e falar mais de futebol, no sentido amplo, já que a partida de ontem do Cruzeiro era praticamente “o acontecimento”, futebolisticamente falando, da semana. Por fim, além de parabeniza-lo pelo texto, queria dizer que redes de TV também poderiam ter um jornalista como vc, ou seja, vc mesmo, nos seus programas diários… não é possível aturar os “malas” que falam de manhã, na hora do almoço e à noite sobre as mesmas noticias, variando apenas os nomes falantes “do mais do mesmo”. Sei que não adianta protestar com vc, né, por que tá na cara que eles não querem pessoas como vc lá… mas faz muita falta… Gosto de ver vc na TV Cultura, e antes na CBN, entortando o Juca, que eu admiro também. Abraços

  9. Agostinho Júnior disse:

    Noite histórica!

    Vencer o River Plate em Nuñez, e de quebra se tornar o clube brasileiro com mais vitórias na história da competição é fantástico!

    O jogo, como já esperava, não foi bom na parte técnica. Mas teve os outros ingredientes que fazem da Libertadores a competição mais especial do planeta.

    Precisamos ter a mesma concentração no Mineirão para não sermos surpreendidos. Se conseguimos vencer por 1 a 0 lá, eles podem perfeitamente fazer o mesmo aqui. Portanto não podemos vacilar e deixar que o oba-oba nos contagie e contamine o elenco.

    Há seis anos, perdemos uma Libertadores em casa para o Estudiantes.

    Há quatro anos, fomos eliminados nas oitavas de final pelo Once Caldas depois de vencermos a primeira partida na Colômbia por 2 a 1.

    Temos que aprender com os erros. Sempre respeitei os adversários, e sei que sempre vão haver os torcedores mais exaltados. Mas não podemos cometer erros bobos nessa reta final.

    Precisamos lotar o Mineirão e apoiar o time, mesmo que o jogo esteja bastante complicado. Creio que a volta será complicada. Espero estar errado.

    E uma cornetada básica.
    Marcelo, o Gabriel Xavier merece ser titular no lugar do Arrascaeta. Está pedindo passagem.

    A vitória de ontem mostrou porque sempre chamo o meu clube de Gigante Cruzeiro Esporte Clube!

    Esse clube merece e faz jus a tal tratamento!

    Vamos Gigante!

  10. Ivan Moisés disse:

    Apesar das declarações oba-oba do implacável ( com os argelinos ) sr.Velosão,eu acredito que a vantagem de 1×0 é mínima e o River pode surpreender no segundo jogo,embora o Cruzeiro esteja com a faca e o queijo na mão.Se o Inter reverter contra o Santa Fé,vai ser interessante ver um destes dois eliminados !

  11. Leandro disse:

    VITOR, VOCÊ É AMIGO DO MILTON NEVES? SE FOR, PERGUNTA PRA ELE PORQUE NÃO ESCREVEU NADA DA LIBERTADORES NO BLOG DELE.

    • ROCCO-SP disse:

      E gozado,né ?
      Justamente na fase que ele mais gosta !
      MATA-MATA !
      E nem sequer um pio!
      CONTRADITÓRIO NÉ?????

  12. Helio Graça disse:

    Birner, você sabe se haverá uma festa caipira no ex-tádio para comemorar a aposentadoria do Rogerio Ceni em 5 de agosto, o mesmo dia da final da libertadorezinha?

    • Paulinho Sabathé disse:

      Nãããããããõ.

      Não lembre isso.

    • Ivan Moisés disse:

      Ex-tadio que já está pago ! Outros por aí,eu não garanto ! Fica indo na onda de Rocco-SP,fica !

      • ROCCO-SP disse:

        Deus
        hoje
        eu vim
        aqui
        Não prá
        falar de mim
        Mas
        deste cidadão
        Deus
        eu não sei
        que eu
        fiz
        pega no meu pé
        O cabra
        infeliizzzzz
        Deus
        não suporto
        não
        So escreve
        mentiras
        calunias
        em vão
        Deus
        sabes bem
        quem é
        pois te digo
        agora
        E sempre o
        TATUZÃO

  13. Carlos disse:

    Birner, isso não prova que a libertadores na verdade se resolve mais na vontade do que na técnica?
    O time titular do Cruzeiro a pouco escapou de tomar um vareio do Santos, mas na vontade superou o River na casa deles.
    O mesmo se diz do Guarani do PAR que na vontade avança mesmo estando longe de exibir um bom futebol.
    Essa é a diferença do campeão sulamericano para o europeu, lá um time com vontade não conseguiria nunca ganhar a liga, tem que se ter o mínimo de técnica.
    Aliás, tecnicamente essa é a libertadores mais fraca dos últimos anos.

  14. LUIZ disse:

    QUINTA ESPETACULAR HO RIVEL 0X1 CRUZEIRO MAIS UMA VITORIA SENSACIONAL RUMO AO TRICAMPEONATO DA LIBERTADORES DEPOIS DA MELHOR QUARTA 13 PARA OS CRUZEIRENSES COM
    TRES MOTIVOS PARA A ALEGRIA CRUZEIRENSE : PRIMEIRO : CRUZEIRO CLASSIFICADO EM CIMA DO SÃO PAULO SEGUNDO : GALO ELIMINADO PELO INTERNACIONAL TERCEIRO: CURINTIAS ELIMINADO POR GUARANY DO PARAGUAI (MELHOR PIADA)ESTA FOI A MELHOR QUARTA 13 PARA OS CRUZEIRENSES E AGORA QUINTA ESPETACULAR PRO CRUZEIRO TRICAMPEÃO DA LIBERTADORES

    • NO PERÚ-sentado no MATCHO PINTCHO -para ver se COM DOR passa ( S & k ) disse:

      Eu sou
      um peruano
      sofredooooorrrr
      Ai que dor
      Quanta dooor
      No coraçããoo
      Aiiiii uiiiii
      Uiiii aiiii
      Paulista
      E Liberta
      tem
      mais nãããoo
      Nós
      perdemos
      No Itaquerããão
      No Itaquerão
      humm
      humm
      AGORA ADEUS
      RENOVAÇÃÃÃO
      IH JÁ ERA
      QUEM ME
      DERA
      DISSERAM
      SE EU
      QUISER
      FICAAARR
      SÓ POR
      KILO
      DE
      QUIRELA
      Que
      Humilhação
      isso nãoo
      Nãao nãããão
      hummmmmm
      hummmmmm

    • COM DOR passa (SIMON & GARFUNKEL )- paródia disse:

      Virei
      um peruano
      sofredorrrrrrrrrr
      Ai que
      dor
      Quanta
      dooorrrr
      no coraçãããoooo
      aiiiii uiiiii
      uiiiii aiiiii
      Paulista
      e Liberta
      tem mais
      não
      Nós perdemos
      no
      Itaquerãããoooo
      Itaquerão
      aiiiii uiiiiiiii
      AGORA
      ADEUS
      RENOVAÇÃÃÃOO
      IH
      JÁ ERA
      QUEM
      ME DERA
      DISSERAM
      SE EU
      QUISER
      FICAAAR
      SÓ POR
      KILO
      DE QUIRELA
      QUE
      HUMILHAÇÃÃÃOO
      não,não
      eu, não
      hummmm
      hummmm

  15. Velosão disse:

    Por onde andarás o sr. Joaquim”pretérito”Paulino ? Espero que ele já tenha digerido a derrota para o Cruzeiro, afinal de contas não é a primeira vez que isto acontece na Libertadores(rs). No futebol, como na vida, temos fracassos e vitórias e temos que saber lidar com isto, não é mesmo! Caro tricolor, não se preocupe, quem sabe no dia em que o soberbo sr. Aidar-o presidente-pavão- que não entende bulhufas de futebol, for defenestrado do SPFC e o trio de nulidades Ganso(o jogador-fantasma), o Pato(o enganador-mor) e o tal Fabuloso(apelido ridículo para um amarelão) forem afastados do elenco, talvez ai o SP entre nos eixos e volte a ser uma equipe vitoriosa como antes? Que tal a minha raposa, hein!? Não é o time dos meus sonhos, mas há de convir, estamos ou não no caminho certo?(rs). PS: Com a 86º vitória nos tornamos o time brasileiro que mais venceu na Libertadores. Saudações Celestes a todos, até para meus habituais desafetos neste blog. Bem… como todo cruzeirense que se preze estou rindo à toa e de muito bom humor(risos mil…)

    • Ivan Moisés disse:

      Ria enquanto pode,sr.Velosão ! Depois não reclama ! Deixe estar jacaré,sua lagoa há de secar !

      • Velosão disse:

        Você gostaria que eu estivesse chorando? Eliminamos novamente o SPFC de uma Libertadores, os emplumados cacarejantes espirraram da Libertas e o o queridinho da Globo caiu frente ao “poderoso”(rs) Guarani do Paraguai. Melhor impossível, espero continuar sorridente por um bom tempo. Porém mantenho os pés no chão, ainda tem muita água para passar debaixo da ponte. Não tenho por hábito cantar vitória antecipadamente e menosprezar adversários como certos são-paulinos fazem, aqui inclusos o sr., o Joaquim”pretérito”Paulino, o Milton Cruz e o soberbo presidente-pavão Aidar. Caro “prodígio” não se torne rancoroso por causa disso e respeite a felicidade alheia(rs). Saudações Celestes!

  16. Luiz RCA Filho disse:

    O Cruzeiro é um bom time e melhorando.
    O River é horroroso – talvez o pior de sua história.

  17. Marcelo Fruet disse:

    Birner, é a primeira vez que escrevo, sou palmeirense e vi o jogo do Cruzeiro ontem, e pra variar vc talvez seja “o” cara hoje na imprensa que resume um jogo de futebol de forma bem detalhada, sem tendncias. Todos gostam de palpitar, “inventar”, criar polêmica, mas continue nesse caminho! Apesar de se você ser são-paulino, nem tudo é perfeito. Mas o melhor é que você tb curte o melhor do rock n roll. Viva o Black Sabbath. Viva o Palestra Italia!

  18. Amadeu Mortari disse:

    Não gostei do jogo pelo excesso de erros de passe, chutões e cruzamentos defeituosos. O River não foi nem metade do que foi agressivo com o Boca e ambos os times refletem o péssimo futebol jogado na América! Nenhum hoje chegaria a disputar finais em campeonatos europeus! Tá ruço!!!

  19. Rômulo disse:

    Parabéns Birner pela coluna!

    Cruzeirooooooooo

  20. Nardelle disse:

    Parabens para marcelo oliveira, mais uma vez; um jogo com a vitoria da experiencia tatica ! os jogadores se quiserem mais fama e dinheiro na conta bancaria; precisam muita raça e lutar muito ; para ganhar este titulo e ficar ainda mais famosos; o campeao voltou! raça nação celeste! raça cruzeiro ec ; so depende de vocês!!!

  21. Parabéns pelo trabalho, vc, Juca e Kajuru (Político) sempre foram diferenciados.
    Quanto ao Cruzeiro, apos Libertas estará mais forte para o Brasileirão, com a volta de Dedé, maior entrosamento e possível novidade se ganhar a Libertas, visando o Mundial.
    Disputara o título do brasileiro com chances de levar.

  22. Marcelo disse:

    Cruzeiro, na raça e na vontade. Me lembra a libertadores de 97 e acredito que possamos chegar ao título novamente. É triste ver que a maioria dos colunistas não cumpre a obrigação de comentar os jogos dos times de fora de S. Paulo, em um momento em que Inter e Cruzeiro são os representantes brasileiros na Libertadores. Esse descaso mostra o quanto precisamos evoluir, deixando de lado a mentalidade bairrista. Não adianta lamentar a desorganização da CBF, e por extensão do futebol brasileiro se detalhes como esse de prestigiar minimamente os times brasileiros, sejam de onde forem. Parabéns e obrigado pela ótima coluna!!

  23. ROCCO-SP disse:

    Birner mundando um pouco de assunto, vamos falar do CAMPEONATO que leva nossos times a esse tão COBIÇADO TORNEIO ?
    Que rodada degradante, fala a verdade?
    O meu Palmeiras,acho que não tem mais jeito, até pedi para SAN GENARO, adiar as tão merecidas férias ,depois de tanto trabalhar no ano passado!
    É hora de mudar o técnico, ainda dá tempo, aliás eu faria isso já no jogo contra o JOINVILE!
    E agora essa de que jogador não pode falar com o árbitro, porque leva cartão amarelo!
    Olha, se eu fosse o WALTER,aquele árbitro lá no paraná, tava lascado comigo!
    Olha a IMPÁFIA dele, ridículo,parecida um GENERAL DA SS !
    Eu no lugar do Walter não diria nada, mas seria expulso, porque eu adoro tirar sarro de gente assim, eu faria o seguinte:
    Eu imitaria o gesto dele,ficaria parado em sua frente, o saudaria com o gesto da GESTAPO,e com a mão esquerda elevada ao peito marcharia como um SOLDADO NAZISTA para fora de campo !
    Poderia me suspender por mais de um ano,mas, que nunca mais, ele agira daquela forma, te garanto que não!

  24. Eupídio Lopes disse:

    Eu sei que o Juca Kfouri está morrendo (RIP), mas você também? então atualiza o blog!

  25. Mduo disse:

    e agora? calou o monumental e tomou uma surra em BH

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>