10 ago

São Paulo mandou no clássico; Corinthians teve sorte e por isso conseguiu o empate

Análise de jogos

De Vitor Birner

São Paulo 1×1 Corinthians

O resultado não refletiu o desempenho coletivo dos times, porque o do Morumbi criou mais oportunidades, acertou três vezes as traves e ainda não teve um pênalti marcado a seu favor no último minuto.

O melhor em campo foi Luis Fabiano. Lembrou, pela raça e dificuldade que impôs aos defensores de marcá-lo, o jogador das passagens anteriores pelo clube.

O Corinthians foi razoável na parte coletiva e mal na técnica.

O sistema defensivo não mostrou a consistência que Tite pretende.

E havia possibilidade de o time ser mais incisivo no contra-ataque se acertasse mais passes.

 Os jogadores da meia, assim como de Elias e Luciano, não mostraram quase nenhuma inspiração.

Estilos

Era muito óbvio que o São Paulo teria a iniciativa de jogar e o Corinthians investiria no contra-ataque, chutes de média distância, cruzamentos e cobranças de faltas ou escanteios.

Os treinadores, ambos muito competentes, pensam o futebol de seus times de maneira antagônica e seria algo fora da curva se alterassem no clássico o padrão que tentam implementar.

Tática

Juan Carlos Osorio e Tite escalaram e posicionaram os times de maneira coerente com suas propostas.

O São Paulo, no 3-4-1-2, com Rafael Toloi, Lucão e o estreante Luiz Eduardo na zaga, Bruno e Carlinhos como alas na mesma linha dos volantes Hudson e Michel Bastos, e Ganso  em frente ao quarteto e atrás de Centurión e Luis Fabiano.

O Alvinegro atuou com Jadson, Renato Augusto e Malcom na meia, Bruno Henrique como volante, Elias se dividindo entre essas duas funções e fazendo a flutuação do 4-2-3-1 para o 4-1-4-1, e Luciano como centroavante.

A linha de defesa contou com os laterais Fagner e Uendel, além dos zagueiros Felipe e Gil.

No time do Morumbi, Hudson priorizou a marcação e Michel Bastos, quando o time tinha a bola, se transformou em meia ou atacante pelos lados. Bruno e Carlinhos apoiaram constantemente. Centurion se mexeu muito. Ganso ficou perto de Luis Fabiano. Em certos momentos, os 10 jogadores ocuparam o campo de ataque.

O treinador corintiano queria o contra-ataque e para isso tinha em frente ao Bruno Henrique três atletas velozes. Ou seja: quando o time retomou a bola contra o adversário que atuou com os zagueiros na linha do meio de campo, havia diversas opções para esses lances.

Sorte de duas cores

O São Paulo atacou  e criou mais oportunidades antes do intervalo.

Ganhou a disputa no meio de campo e venceu o sistema de marcação corintiano.

Criou oportunidades tanto em cruzamentos quanto com a bola no chão.

Não fez o gol por falta de sorte.

Acertou três vezes as traves.

Competência

O Corinthians foi pragmático ao seguir as determinações do treinador, apesar de não cumpri-las a contento.

Inconsistente na marcação, ficou atrás, sequer tentou manter a bola na meia, mas mostrou competência na jogada em que comemorou o gol.

Uendel se deslocou da maneira necessária, nenhum são-paulino correu com ele, Malcom observou e tocou para o lateral chegar à linha de fundo e dar a assistência na medida ao Luciano.

O Alvinegro poderia criar mais oportunidades nas brechas que o ousado time de Juan Carlos Osorio tinha quando perdia a bola no ataque.

Não fez isso por causa dos erros de passe.

O melhor em campo

Luis Fabiano igualou, logo após o intervalo, no rebote de Cassio que espalmou o chute de Centurion. O próprio centroavante deu o passe para o argentino.

O gol premiou uma das melhores partidas dele nessa fraca passagem pelo clube.

Se mantivesse tal nível de desempenho e esforço em campo, não seria tão questionado.

Meu elogio não tem a ver especificamente com o gol que fez.

Se mexeu para receber a bola em melhores condições, fez o pivô direito, deu sequências aos lances, ganhou divididas e por isso o considerei o principal jogador do clássico.

Saiu de trás

O Corinthians decidiu ‘ir para o jogo’ depois do 1×1.

Adiantou a marcação e as lacunas no meio de campo, para ambos os times, ficaram maiores.

O jogo ganhou velocidade.

As equipes trocaram poucos passes porque atuaram, como se diz no ‘futebolês’, na vertical, em direção ao gol.

De novo as falhas nos passes, de ambas as agremiações, impediram a criação de mais oportunidades.

Mas nenhum torcedor pode reclamar que faltou emoção.

Alterações

Juan Carlos Osorio, preocupado porque o jogo ficou corrido e com mais lances onde seus zagueiros, laterais e volantes poderiam ficar mano a mano na marcação, colocou Wesley na função de Michel Bastos, que foi deslocado para a ala pois Carlinhos, amarelado, aos nove, saiu.

Cinco minutos depois o colombiano optou por Breno no lugar de Hudson, que havia recebido o cartão.

Como não mexeu na proposta tática e os substituídos cumpriram suas funções de maneira razoável – o volante, inclusive, com muita raça na marcação e dificuldades nos passes – acho que o técnico quis, acima de tudo, impedir o time de perder jogadores.

Carlinhos provavelmente se cansou, assim como Bruno, que deixou o gramado para Auro tentar otimizar o lado direito do sistema ofensivo.

Tite, ao notar lacunas no campo de defesa do São Paulo e provavelmente irritado com as falhas no passe que impediram o time de aproveitá-las, aos 30 mandou Malcom, sumido, descansar e o Rildo jogar.

Luciano, que fez o gol e jogou mal, logo depois foi trocado por Danilo.

As mexidas mostraram que o treinador queria elevar a qualidade da condução de bola em velocidade e do passe, ambos fundamentais para os contra-ataques, e a marcação pelos lados porque o São Paulo forçou muito os ataques nas alas.

Expulsão

No contra-ataque são-paulino, Centurion ficou mano a mano contra Felipe.

O atleta corintiano abriu os braço, tocou no corpo do argentino que caiu no gramado e pôs a mão na cara, onde sequer houve contato, como se tivesse sido atingido lá.

Leandro Vuaden considerou falta e não jogo de corpo do zagueiro que tinha amarelo, por isso o excluiu restando 7 minutos.

A decisão de quem precisa impor as regras foi questionável,.

E, para mim, se não há convicção de que houve a infração o lance deveria seguir.

Jadson, mal no jogo, saiu para Edu Dracena recompor a dupla de zagueiros.

Pênalti

No último minuto, após o bate rebate na área, Wesley chutou e Uendel, de propósito, colocou a mão na bola, dentro da pequena área, de maneira que os atletas de ambos os times observaram.

Os são-paulinos, indignados, correram em direção ao bandeirinha reclamando o pênalti inquestionável.

E os corintianos, que em princípio foram para Leandro Vuaden no intuito de impedir que marcasse a infração, pois sabiam que aconteceu, ficaram observando a irritação dos oponentes futebolísticos enquanto o relógio corria.

Depois de tudo que houve no jogo, principalmente as bolas na trave, o empate, no Morumbi teve sabor indigesto apenas para o time de Juan Carlos Osorio.

Ficha do jogo

São Paulo – Rogério Ceni; Rafael Toloi, Lucão e Luiz Eduardo; Bruno (Auro), Hudson (Breno), Michel Bastos e Carlinhos (Wesley); Ganso; Luis Fabiano e Centurión
Técnico: Juan Carlos Osorio

Corinthians – Cássio; Fagner, Gil, Felipe e Uendel; Bruno Henrique; Jadson (Edu Dracena), Elias, Renato Augusto e Malcom (Rildo); Luciano (Danilo)
Técnico: Tite

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS) – Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Alex Ang Ribeiro (SP)

167 respostas a São Paulo mandou no clássico; Corinthians teve sorte e por isso conseguiu o empate

  1. mito ceni disse:

    eu queria ser repórter e ter a oportunidade de perguntar ao tite com quem ele fez reciclagem?? o time dele joga exatamente igual jogava antes. retranca e contra ataque. o cara ficou 1 ano se reciclando pra apresentar isso? por mais osorios e menos tites

    • jose roberto disse:

      pra vc só uma resposta veja a colocação do dois times no campeonato,
      depois tenha um bom dia

    • roberto disse:

      o corinthians teve sorte ? O São Paulo foi roubado ! A mafia da CBF não pune quem prejudica os clubes.

    • Marcos Lima Filho disse:

      Com certeza, acho que nem corinthiano aguenta aquele futebol. Parecia o Irã contra a Argentina. Isso depois de um desmanche no São Paulo.

    • Luiz Antonio disse:

      O jogo foi aberto cara, toma lá da cá, um belo jogo com mais oportunidade para o tricolor mas nós tbm tivemos lance para fazer 2 a 1 como a cabeçada do Bruno Henrique que éra gol na certa. meu filho estamos em 2ª lugar a dois ponto do primeiro, legal e jogar prá frente e estar em 8ª, cada uma que temos que ler.

    • china disse:

      E o Corinthians está em 2º, brigando pela liderança,você devia torcer pelo Coritiba que nem eu,e já tinha se matado…

    • fregues sempre tem razão disse:

      O freguês sempre tem razão!
      Não é mesmo freguês?
      CPF na nota?

    • Lucas Chaves disse:

      O que o Osório ganhou???????

  2. Ronaldo disse:

    Birner, excelente leitura do jogo. Apenas entendo que o Osorio deve encontrar uma maneira da defesa se posicionar melhor, pois a todo instante o time que a ataca leva vantagem. Toloi é muito lento, assim como Lucão. Vejo que alguns jogadores ficam acompanhando a bola e esquecem do adversário, que sempre está livre de marcação. Basta olhar as jogadas e constatar essa falha. O time está jogando um futebol bacana de se ver, mas precisa encontrar um maior equilíbrio e alguns jogadores não podem ser titulares, como por ex: Toloi, Lucão, Hudson, Ganso e por aí vai.

    • joão disse:

      De acordo. Nossa zaga continua extremamente vulnerável, e sempre que pegarmos um time com maior capacidade de passe e finalização (como foi o Atlético corremos o risco de tomar goleada apesar de “jogarmos bem”. Há culpa tb. do meio campo que não volta em velocidade quando o time é vítima de contra-ataques. Some-se a isto a lentidão dos zagueiros a péssima capacidade de marcação dos alas e a falta de visão ou de posicionamento ou seja lá o que for do Lucão que tem adversário passando pela esquerda ou pela direita ou entrando em suas costas, quando fica totalmente livre e ele fica “olhando a bola” e dá a nítida impressão de que está em outro planeta ao não perceber o que está acontecendo à sua volta. Parece que é meio lento de raciocínio, de reflexo ou não tem capacidade de avaliação de espaço. O certo é que se olharmos os gols que temos tomado nessas circunstâncias, depois da entrada do Lucão no time, a coisa fica preocupante.

    • pedro disse:

      Juro que não entendo essa perseguição ao Ganso.
      Não está apresentando seu melhor futebol, é verdade.
      Mas nos últimos dois jogos voltou a jogar razoavelmente bem; deu passes importantes para deixar os companheiros na cara do gol, buscou jogo, e até mesmo ajudou na marcação.

    • Marcos Lima Filho disse:

      O time não tem nem reserva no momento e você vem que esses não devem ser titulares, tá de brincadeira.

  3. sabioni disse:

    Birner, acho que agora temos um tecnico. Ele quer jogar bonito e com eficiência. Acho que as propostas não se excluem, quando se tem criatividade. Estou otimista e acho que chegaremos entre os quatro no final das rodadas.
    1 abraço

  4. Renato disse:

    O SPFC fez um grande acerto na contratação de Juan Carlos Osório ! Excelente treinador, moderno, joga pra frente, tentar impor seu jogo ! Precisavamos disso !
    Pena que o elenco tenha piorado ainda mais em relação ao início do ano.
    Imagina esse treinador com tempo e no elenco com Souza, Alan Kardec, Kaka, Michel Bastos em boa fase…..
    Seríamos outro time.
    Ele encontra soluções aonde ninguem vê solução, vide o terceiro zagueiro (agora acho que poderia contar mais com o Auro, menino bom de bola como ala), a solução no ataque (imagine um atacante rápido, na ponta, e um pouco melhor tecnicamente do que o Centurion), Imagine um volantes mais pegador e rápido (se bem que está encontrando a solução com o Breno, quem diria, BReno de volante e arrumando a casa….), Esta encontrando uma solução com um zagueiro da divisão D do futebol no lado esquerdo…..
    Ou seja, esse cara é genial, tem que ficar uns 5 anos no tricolor. Vai sair titulo desse trabalho, tenho certeza !

  5. josé carlos disse:

    O blogueiro, no seu futebolês fluente, achou “que o técnico quis, acima de tudo, impedir o time de perder jogadores”; por isso que ele tirou o Hudson, amarelado, e colocou o Wesley, tambem amarelado (tomou cartão no banco por reclamação). Não foi não, foi outra das invenções do Carpegiani II, que não tem a coragem de tirar o Ganso e quis continuar a brincar com seus tubinhos de ensaio…

    • SMILE disse:

      José Carlos,

      Se, desta vez, o Ganso merecia ou não sair, eu não sei, pois não assisti ao jogo… Mas que é fato que, desde que este deu aquele ‘piti’ ao ser substituído, o “Lorde Osório” parece ter sentido o ‘golpe’, ah, isso parece… Em outras palavras, o “Lorde” amarelou… rs…

      SMILE

    • china disse:

      Ganso não sai,ordem da diretoria,a espera de um milagre,que é vender o gajo,para algum otário desavisado,no caso na face da Terra, só o futebol norte americano,seria capaz de absorver,essa ausência total de futebol desse cidadão,acho que nem o Orlando quer esse bonde….

    • Elton disse:

      Lamentável você achar que as coisas são tão simples assim. Existem muitas coisas que quem está de fora não vê. Jogador eh investimento do clube e no momento o SP só tem um armador, por isso importante insistir no ganso.
      Deveria valorizar treinadores como carpegiane e Osório, pois criam e isso eh fundamental. Porém, vejo que eh difícil você enxergar isso, pois já tem preguiça de pensar diferente.

  6. Gilberto disse:

    Falar em sorte é a mesma coisa que falar em búzios, tarô, simpatia, mapa astral. Se um jogador/técnico chegar na entrevista e falar que perdeu por causa de azar, vai ser muito criticado. Mas exigir coerência de jornalista esportivo é utopia…..por isso jornalismo esportivo é um ramo menor do jornalismo

    • kraudio disse:

      Concordo plenamente … Pior ainda “JORNALISTA-torcedor” … Formados ou não … Tudo “fanático” … Mais PIOR ainda é no RS (outro PAÍS), MG e RJ. Neste “lugares”, os “jornaleiros”, se superam, se esgoelam!!! Em SP, ao menos, há mais IMPARCIALIDADE.

    • Carlyle disse:

      Além do que só o blogueiro viu, e gostaria de saber em que tv, o Felipe abrindo os braços.
      Mas se voce tiver contato com alguém do Corinthians por favor pergunte e me informe quem é o Pai de Santo, Pastor, Padre, numerólogo ou seja lá o que for, que ajuda tanto um time de futebol que é 2º colocado depois de 16 partidas.
      Outra coisa jogar por uma bola todo mundo faz, mas colocar ela lá dentro poucos conseguem.

    • Fred disse:

      “Jornalismo menor” q vc lê e comenta ….
      Haja incoerência, pra não dizer BURRICE.

    • ajsgomes disse:

      embora eu goste muito dos comentários do Birne, nessa eu estou contigo. bola na trave não altera o placar, ou seja, não é gol, quando muito é quase. porém não é azar, é erro de finalização, pois se fosse certo seria gol.

    • Pedro disse:

      Pois é… na vida não existe sorte… só “meritocracia” e afins!!!

      Afinal, mesmo q o cara ganhe na mega sena, foi a decisão acertada dele de jogar q o fez milionário. =D

      (melhor não conversarmos sobre outras formas de meritocracia…. pq se a sorte pura já é difícil de entender…)

    • Reginaldo disse:

      especialmente o jornalismo esportivo paulistano é um deserto de neurônios.

  7. Santamaria disse:

    Ah meu caro Birner, a preferência clubística falou mais alto que o espírito jornalístico. Para o bem da verdade remeto o ilustre jornalista às imagens aqui do próprio UOL. Na cobrança da falta, a bola encobre a defesa e é retornada de cabeça para a boca do gol. Em frente ao Cássio, dentro da pequena área, dois jogadores sampaulinos em clara posição de impedimento. Um deles, um grandalhão, cabeceia para o lado, caracterizando a irregularidade dirimente. O lance prossegue, irregularmente, embocando em bola no braço preso ao corpo do defensor corinthiano. Acho que a mídia deveria, para não parecer tendenciosa, mostrar e comentar o fato em sua totalidade. Se não, fica parecendo ao célebre personagem de legendário filme “western” de John Ford que diz, em livres palavras: “aqui é o oeste meu caro senador, se a lenda sobrepuja a realidade, publica-se a lenda”. Então acho que a mídia esportiva está criando uma nova lenda envolvendo o Timão, reclamando um suposto pênalti que está dando muito mais audiência do que se o claro impedimento fosse marcado.

    • Ô, meu caro Santamria, pelo jeito voce não conhece nada do Birner, o cara é sampaulino sim, mas é imparcial, eu conheço, o acompanho (inclusive no cartão verde da cultura) e gosto muito de seus comentários, desde a cbn, agora você… você é um corintiano frustado e pelo jeito não conhece nada de futebol, seja menos imparcial e fanático que dói menos.

    • silvio disse:

      KKKKKKK Clubista é você. Acorda corintiano!!!!! Passo urgente no seu oftalmo.

    • joão disse:

      Vc. deve ter assistido outro jogo. O defensor claramente “levou o braço” em direção à bola com a evidente intenção de desviá-la, já que previu o lance, naquele momento, como gol do SP. Quanto aos cronistas, vc. tb. está errado, ouvi não só nas rádios como tb. nos programas de esporte da TV, que a quase unanimidade concordou em que foi pênalti claríssimo e até mesmo cronistas conhecidos como corintianos concordarem em que foi pênalti. Da mesma forma, cronistas sampaulinos, como o é o Birner, reconheceram que a expulsão do corintiano foi incorreta. Então verifique melhor antes de escrever para que não pareça que age como um fanático torcedor que enxerga as coisas de forma distorcida.

    • Peroni disse:

      Do penalti (reconhecido até pelo diretor de arbitragem da CBF), voce não falou, né?
      Do ridiculo futebol retrancado e covarde do corinthians, voce não falou, né?

    • pedro disse:

      KKKKKKKKKKK
      assiste o lance de novo, cara.
      Para de tentar justificar a roubalheira que o juiz fez pra evitar teu timinho de passar vexame e perder mais uma.
      Passou longe de impedimento, e não houve bola na mão. foi mão na bola.
      Tá claro isso, é só abrir mão da arrogância e enxergar.

    • Pedreira! disse:

      Impedimento claríssimo, mas a grande imprensa, no afã de mostrar a polêmica “decidiu” não mostra um impedimento claríssimo. Aliás, as circunstâncias da liberação do Luis Fabiano também sequer é mencionada. Segundo consta, ele não deveria ter direito à suspensão da pena, por não ter sido punido com mais de três jogos.

    • antonio disse:

      Nossa, finalmente alguém viu o impedimento do jogador do São Paulo na segunda cabeçada… nenhum desses jornalistas incompetentes viu isso, e se dizem entendedores….kkkkkkkkk

    • Chileno disse:

      O cara fazer um comentário desses chamando os outros de tendenciosos é o cúmulo. O braço do cara tava tão colado no corpo dele quanto a minha mãe é virgem.

    • Rodrigo Gomes disse:

      Caramba! Vai ser Curinthiano fanático assim na pqp! O time tomou um vareio de bola e vc só fala do pênalti e do absurdo/inexistente impedimento! Meu Deus!!! Deve assistir muito os programas do Neto!

    • fernando disse:

      A única lenda envolvendo o curintia se chama mundial de 2000

    • Geito Vai disse:

      Que baile. Texto rude respondido com qualidade. Quem é o jornalista?? Pois o cara é médium ou sei lá o que. Lê pensamento. Só não relata o que efetivamente pensam dele por pura modéstia.

  8. Santamaria disse:

    Outras observações meu caro Birner: se um atacante livre, sozinho, sem ninguém a acossa-lo, remete uma bola na trave não é falta de sorte, é deficiência técnica mesmo, afinal a trave faz parte de um enorme vão que mede 7,32mts. Outra, a descrição do gol corinthiano pelo blogueiro é de uma simplicidade franciscana. Na verdade foi um belíssimo lance coletivo, de alta técnica, que passou por um drible desconcertante que deixou o defensor tricolor deitado e culminou com um arremate sutil para as redes.

    • Guerra disse:

      Santamaria, vc é PTista certo ??
      Sim porque sua bolacha do pacote é sempre melhor q as outras.
      Seu CUrinthias tomou um passeio de bola ontem, time retranqueiro que só pratica o anti jogo, e sempre é beneficiado pelas arbitragens,,,,,,,,,,,,uma vergonha.

    • Marcos disse:

      TÁ SE ESMERANDO, HEIN?! ASNO!

    • Reginaldo disse:

      o lance humilhou os sãopaulinos e mostrou a fragilidade da postura do time do Osório e você ainda queria que o Birner descrevesse tudo?

  9. ricardo disse:

    Que baile levou o itaquerense…

    • Rafael disse:

      Esse são paulo não vai longe.
      Jogou bem contra o Galo e tomou de 3 x 1.
      Deu um baile na Corinthians e só empatou.
      Imagina quando não jogar bem…

  10. Joao disse:

    Acho que o titulo do seu post foi um exagero! O jogo foi la e ca … com maior posse de bola do sp. Um grande jogo diga-se!
    Abs

  11. Eduardo SP disse:

    Birner, o pênalti foi inquestionável, mas já vi muitas injustiças no futebol. Acho que time que quer ser campeão sabe que o árbitro pode errar e não pode ficar à merce do mesmo. O time tem de converter os lances que cria. O SPFC colocou três bolas na trave e, sinto muito, mas uma delas deveria ter sido convertida. Luís Fabiano e Cia são extremamente bem pagos para fazerem gols e vencer partidas, isso não aconteceu ontem.

    Obs: Você viu o Danilo no segundo tempo em cima do Auro? Não desgrudou dele um minuto… já o preguiçoso Gansonolento……

    • SMILE disse:

      O melhor “reforço” para o Sr. Osório seria uma oferta de algum clube pelo “Gansono”, Eduardo… rs… Assim como ocorreu com TODOS que já deixaram o clube, exceto, talvez, o Boschillia, que poderia vir a ser o titular da posição, a partir da saída deste, e, quem sabe, justificar toda a fama que carregava nas categorias de base…

      SMILE

  12. Luiz RCA Filho disse:

    Fui ao estádio ver o jogo e o resumo assim: Corinthians mais do mesmo (covardia aliada com a sorte – até quando?). SP menos indolente com lampejos de ousadia. Alemanha 6X1.

  13. marcio disse:

    O TIMÃO jogou fora 6 pontos…Goiás, Coxa e São Paulo. O cagão do Tite se borra todo contra os coadjuvantes fora de casa.

  14. axl foley disse:

    São Paulino, mais do que vencer o Corinthians, gostam de um lancezinho para chorar pela arbitragem. Nesse jogo teve. Parabéns tricoletes!!!

  15. axl foley disse:

    Mas zuações a parte, devo parabenizar o São Paulo por contratar o excelente técnico Osório. Graças a ele o jogo foi de alto nível. Os técnicos brasileiros transformaram nosso futebol numa sem gracera sem fim, vide o Tite. Espero que os demais clubes sigam o exemplo, a começar pelo Timão.

    • Marcos Lima Filho disse:

      Técnico é reflexo das torcidas: joga pra ganhar de qualquer jeito, mesmo que seja não jogando. O futebol do Irã na Copa do Mundo é a grande inspiração de nossos vencedores hodiernos. O medo de perder acabou com nosso futebol. Deixamos de jogar para não correr riscos: entrega a bola ao adversário, lateral na área, chuveirinhos. Bola no pé é coisa de argentino e alemão. Por isso, hoje um colombiano, quem diria, vem nos ensinar a jogar futebol novamente. O bom é que aprendemos rápido. Osório na seleção brasileira!

  16. Henrique Ribeiro disse:

    Se safaram ontem, galinhada… mas o de vcs tá guardado

  17. Roberto disse:

    Vc realmente nunca jogou futebol! Não dá tempo para pensar e mover o braço numa distância tão curta e com a violência do chute.
    Leia a regra por favor e vá a um oftalmo com urgência.

  18. Guilherme disse:

    Não costumo reclamar de arbitragem em jogos… Mas este lance do pênalti absurdamente não marcado pelo árbitro só tem 2 possíveis explicações… Ou ele é cego… ou… bom… melhor não falar mais…

  19. Fred disse:

    APITO AMIGO ITAQUERENSE
    A arbitragem sempre prejudica o SP nos clássicos contra o Corinthians.
    Eu poderia citar inúmeros casos, mas, pra não me alongar, mostrar apenas três: 1) um gol do centroavante Adriano de cabeça anulado pq o juiz viu uma falta inexistente no zagueiro corintiano Wiliam ? — uma vergonha !!! ; 2) num jogo recente no Itaquerão, o SP vencia por 1×0 e o juiz assinalou um penalti inexistente, um caso típico de bola na mão —- outra vergonha ; e 3) no jogo de ontem, o zagueiro corintianos deu uma de jogador de volei e espalmou a bola, e o juiz não marcou penalidade. Tenho mais uns 36 casos na lista, e vou colocá-los aos poucos por aqui
    É lamentável !!!!
    No quesito ARBITRAGEM, o corinthians, campeão do mundialito e da segundona, é o time q melhor “trabalha” no BR.

    • Luiz Messias disse:

      E a expulsão no mínimo questionável do Corinthiano você não fala nada. Vi o lance só uma vez, rapidamente e por isto não vou opinar, mas pelo lance da expulsão no mínimo o juiz pensou, eu exagerei naquela, na dúvida é melhor deixar este de lado.

    • Carlyle disse:

      Faz como o Inter “PÕENODVD”! e vai chorar na cama!!!

    • jose roberto disse:

      a falta de competencia em vencer um jogo leva pessoas como vc a expor um monte de baboseiras, quanto a sua lista ela pode ser usada pra outra coisa, quer saber?depois eu publico

    • ze sergio disse:

      O pior é que naquele jogo do Itaquerão, todos correram para falar que era a nova regra da Fifa. Já na rodada seguinte a Fifa afirmou que não era bem isto. Realmente é o campeão dos campeões……do apito.

    • Marcos disse:

      Como disse o MAC, o São Paulo é forte nos bastidores!!
      Freguês, vai chorar na cama e ve se não morde a fronha!!

    • Robson disse:

      Faz igual o Inter, poe no DVD. haha

  20. Reginaldo disse:

    A máxima do blog é “pênati brasileiro para o São Paulo deve ser marcado”.
    Birner, você queria que o Uendel fosse um jogador amputado, que não tivesse os braços? Ou, se ele tem os braços, onde deveria estar os braços dele naquele lance? Abertos, ou esticados para cima, ou esticado para os lados ou com as mãos no bolso?
    Parabéns Vuaden, não poderia haver uma análise do jogo sem falar em árbitro.

  21. CARLINHOS disse:

    Já encheu o saco essa ajuda ao SPFC com expulsões sem cabimento.
    o jogo da libertadores, o jogador emerson foi pisado por toloi, o arbitro viu pois estava indo em direção aos dois jogadores, fez que não viu e depois expulsou o sheik se ver a banda que o cara deu de troco no TOLOI.
    Foi avisado pelo bandeirinha e sem saber a intensidade do fato já tirou o vermelho na cara dura.
    Todo jogo contra o spfc tem jogador expulso.
    O corinthians já empatou com nove contra o spfc no morumbi.
    ROGERIO CENI JÁ TEVE A CHANCE DE BATER PENALTY NO ULTIMO MINUTO E TREMEU CONTRA O CORINTHIANS.
    Duvido que ontem, um cara que estava entregando o ouro em toda saída de bola e teve sorte de uma delas cair nos pés do zagueiro FELIPE, QUE TAMBEM RECEBEU UM SOCO, ESCONDIDO PELO SISTEMA GLOBO, MAS MOSTRADO PELA FOX GRAÇAS A DEUS, NÃO TREMESSE NOVAMENTE.
    O BANDEIRINHA DESSA VEZ NÃO VIU NADA.
    O melhor seria entrar com dez, pois tirar jogador depois que o time começa a sentir cansaço e com um a mais a diferença fica enorme.
    Chega, já deu na cara.
    O STJD FEZ SUA PARTE, E RASGOU O REGULAMENTO DANDO EFEITO SUSPENSIVO PELA PRIMEIRA VEZ PARA PENA DE DOIS JOGOS, DEIXANDO O SPFC ESCOLHER QUAL JOGO O JOGADOR PAGARÁ A PENA.
    O fabuloso, que achou o pau com duas bolas, como acha o pau esse jogador, tem razão o VAMPETA.
    ACHAR DUAS BOLAS NO MESMO PAU, TEM QUE CHEGAR JUNTO COM VONTADE.
    RESUMINDO, FICAR EM OITAVO LUGAR É ATÉ BOM PARA QUEM ESCONDEU A SOBERBA E COLOCOU PLACA DE VENDE-SE TODOS, POIS AS DÍVIDAS SÃO ENORMES E IMPAGAVEIS.

    • Guerra disse:

      Nossa !!!!!!!!! Vc realmente acredita nesse monte de bobagens q vc escreveu ???????
      Por favor, pare de beber.

    • silvio disse:

      Estás delirando???

    • Santo paulo disse:

      Nossa!

      Se colocar a mão na boca escorre a m.erda entre os dedos….

      60% de posse de bola…..

      3 bolas na trave..

      Um time que ja voltaram 10 partidas (o unico time que tinha perdido as 3 dele que voltaram) e no fim ainda precisou roubar o Inter pra ser campeao….que teve dois casos de agressão ao juiz e os jogadores com punições enor es jogaram com efeitos suspensivos.. naum foram punidos….

      E vem falar do Luis…que pegou dois jogos por uma expulsao comum….foi uma falta de jogo….de amarelo…que ele levou o segundo e foi expulso….e vem aki chorar….chama o cara de pipoca…e morre de medo dele….seu time foi MASSACRADO pelo SP domingo….fioa pianinho ai e sinta-se feliz por não ter levado uma goleada histórica…

      E vem falar em ajuda….

    • Tiago disse:

      Hã !? Pode traduzir para o português, por favor?

    • Atlanta disse:

      Esse rapazinho sofre de algum problema…

    • Marcelo F Antunes disse:

      Perfeito, Carlinhos. Falam do último lance da partida, mas se esquecem de que a expulsão injusta ocorreu antes da polêmica e de que, se fosse o contrário, seria o São Paulo que estaria se defendendo. Aliás, o jogador que mais simula sofrer agressões e penalidades no futebol brasileiro hoje é o argentino Centurión, que desbancou o conterrâneo D’Alessandro. Os árbitros estão desinformados? Não deveriam estar atentos ao que acontece nas partidas do campeonato? Já passou da hora de observarem e punirem o jogador-ator hermano.

    • Ge disse:

      Ah cala a boca!
      Corintiano e petista não tem vergonha na cara mesmo!
      É muito cinismo!

      Se essa rodada fosse a última do Brasileirão, com um derrota do CAM, o “erro” de arbitragem (penalti não marcado) que favoreceu as gayvotas teria tirado o título do SPFC e do CAM e o time de Itaquera seria o campeão ao final dessa rodada.

      Seria MAIS UM campeonato conquistado pelos trapaceiros de itaquera, bem “daquele jeito”.

      Por isso querem minimizar mais uma vez um erro da arbitragem pró-corintians.

      Isso a IMPRENSA “FUTEBOLISTA” DE SP, a Globo, o globo.com, os programas e comentaristas de futebol da tv, e o uol não vão te contar.

      Sempre foi assim. Time de ladrões de história com titulos DUVIDOSOS E MUITA AJUDA DA ARBITRAGEM.

      Até o Dualibi já admitiu isso. Não seja hipócrita!

      https://www.youtube.com/watch?v=Hqk3_oTiLG0

      https://www.youtube.com/watch?v=QoRzOGAnFKQ

  22. SMILE disse:

    Birner / Galera,

    Não assisti ao jogo, apenas aos ‘melhores momentos’… Me parece que o SP está realmente evoluindo… Resta saber a que ponto isso levará o time… Registre-se: no lance do pênalti (claro…), um jogador do SP (creio o Centurion…) está ‘na banheira’, exatamente no lado esquerdo do Cassio, para onde o chute foi dado… Das duas uma: ou este até atrapalharia o lance, impedindo o gol, ou o faria ser anulado, mesmo que em ‘impedimento passivo’, haja vista que a presença do mesmo com certeza estava atrapalhando qualquer tentativa de defesa por parte do goleiro… Mas isso são só ‘detalhes’… Todo mundo só viu o pênalti…

    SMILE

    • Diego Casoto disse:

      Meu amigo vc esta querendo fugir do Penalti claro,o Centurion estava do lado esquerdo do Cassio e o Fagner estava dando condições do lado direito, só observar melhor o lance!!

      • SMILE disse:

        Casoto,

        Isso já são ‘águas passadas’, e em nada alterará mais a ‘cotação do dólar’… Sou sãopaulino, como todos sabem, mas não sou ‘doente’, como, por exemplo, o Paulino… Reveja o lance, via câmera lateral ao mesmo, e você verá que o Centurion fica parado ‘feito um poste’ (assistindo ao jogo dentro de campo – deve ter sido o Ganso que o ensinou… rs…), enquanto que a zaga se adianta ao mesmo (como deve ser…)… Quando do chute, só ‘sobra’ ao lado do Cassio o Centurion… Não só impedido, como atrapalhando o curso da bola (que iria exatamente para onde ele estava…)… Que o pênalti existiu, sem sombra de dúvida… Mas que havia a ilegalidade no lance, também… Focar só no lance do pênalti é o que a maioria faz… Enquanto o correto é / seria observar-se o todo do lance… É o que chamamos no mundo corporativo de ‘visão sistêmica’…

        SMILE

    • Peroni disse:

      Todo mundo só viu o penalti, porque ele aconteceu! Reconhecido até pelo diretor de arbitragem da CBF.
      Ninguem viu esse impedimento, porque ele não aconteceu!
      O time do corinthians é ridiculo e com um técnico com esquema covarde, pois faz seu time jogar retrancado e não reconhece isso publicamente.

  23. carlos viviani disse:

    e o ganso continua o mesmo morto

    • SMILE disse:

      Viviani,

      O Ganso foi, até agora, o único jogador que não ‘se abalou’, nas atitudes, desde a chegada do Sr. Osório… Continua com aquele olhar de “peixe morto” de sempre, alheio ao mundo, assistindo aos jogos ‘de dentro do campo’… A não ser quando fez aquele ‘escarcéu’ ao ser substituído… Quer dizer, “se abalou” da pior forma possível… Ao invés de mostrar mais “atitude” dentro de campo (como, reconheça-se, parece o Luís ‘Mi-Mi-Mi’ está fazendo…), se ‘programou’ só para “causar” e nada mais… Outro que ‘só piorou’ foi o Michel Bastos… Não gosta de jogar na ala / lateral esquerda (o faz ‘a contra-gosto’…), mas também não passa sequer perto do rendimento que apresentava tempos atrás, no meio de campo, que “force” o técnico a não mais utilizá-lo ‘fora de posição’…

      SMILE

  24. flavio disse:

    O penal foi claro sem questionamento, a duvida é na cabeçada e ngm discutiu isso e não vi nenhum angulo favorável, mas depois da primeira cabeçada na segunda o jogador parece estar adiantado.

    • Santamaria disse:

      O impedimento é claríssimo, a imagem do UOL não mente. A mídia deveria sentir-se envergonhada em omitir esse fato e em insistir em pênalti inexistente, por nulidade anterior.

  25. ANTONIO FARIA GUERRA disse:

    COMO SEMPRE OS JUÍZES BRASILEIROS ROUBAM DESCARADAMENTE PARA FLAMENGO E CORINTHIANS , NEM TEM PUNIÇÃO PARA ELES , E CONTINUA ESSA LAMBANÇA. ABRAÇO . ANTONIO GUERRA.

    • Marcelo disse:

      vai chorar na cama que é lugar quente..kkkkkkkkkkkk

    • Luiz Messias disse:

      Como sempre alguns São Paulinos choram descaradamente porque muitos estão acostumados em ter vantagens.
      a) Vantagem número 1 a inclusão do Luís Fabiano no jogo que quebrou o regulamento
      b) Vantagem número 2 a expulsão duvidoso, pra dizer o mínimo.

      Sem falar que o lance é inquestionável só para os ANTIS, porque o lance foi muito rápido.

    • ROCCO-SP- disse:

      Já o que vale é a INTERPRETAÇÃO, eu também, vou fazer a minha!
      Concordo em gênero, número e grau com o que voce acabou de dizer ANTONIO!
      E aó, gostou da minha INTERPRETAÇÃO??

    • Rogerio Ap. Nishimura disse:

      Além do Vuadem ter expulsado o Felipe por encostar no Centurion e não ter expulsado o Centurion por simulação (a regra é clara, simulação é cartão amarelo e ele já tinha amarelo), você acha que o juiz roubou para o Corinthians??? Fala sério… Vai chorar na cama!!

  26. Rafael disse:

    acho um pouco de exagero de q o sp massacrou o corinthians , de fato o corinthians deu sorte com as bolas na trave do l.fabiano e o penalti não marcado mais convenhamos se corinthians tivesse um ataque um pouquinho melhor ou em uma tarde mais inspirada podia matar o jogo nos contra -ataque tranquilamente inclusive ainda qndo o jogo estava 1×0 , porq a defesa do são paulo ficou exposta varias vezes no jogo.

  27. Mauro disse:

    Birner

    Concordo com tudo o que disse. E foi penalty, porém, o lance deveria ser invalidado antes. O jogador do São Paulo que cabeceia para traz a bola estava impedido. Por favor olhe o lance e comente. Obrigado.

  28. Robson disse:

    Curioso, não li nenhuma linha sobre o vergonhoso efeito suspensivo do Luís fabiano. Quem foi prejudicado de fato?

  29. DAVI TRICOLOR disse:

    Espero que a Diretoria não cometa o equívoco de começar a questionar o Osório, pois é certo que os resultados estão demorando a aparecer. No entanto, para mim é nítido que o time está melhorando. Mesmo no jogo contra o Galo, em que tomamos três gols só no primeiro tempo, o time mostrou uma intensidade de jogo excelente. Ontem também. Os resultados virão, é questão de tempo. Não acredito que seja suficiente para “brigar pelo título” (não dará tempo), mas tenho expectativa de que no ano que vem voltaremos a brigar de igual p. igual com qualquer time. Até a chegada do Osório, passávamos vergonha com o nível do futebol apresentado. Agora, não mais. Abs!

  30. Vinicius disse:

    Depois desse pênalti claríssimo não marcado contra o Corinthians, e ainda por cima no Morumbi, acho que o Atlético Mineiro vai continuar na fila de espera pela título do brasileiro…
    Esse título tá sendo ajeitado (mais uma vez) para o Corinthians…

  31. Marcelo disse:

    Meu caro Birner, essa conversinha de que ” mandou no clássico” não vale nada.O que vale é bola na rede… bola no travessão, pênalti não marcado não vale nada..é ripa na chulipa.Se tivesse mandado no jogo, teria ganho.

  32. kraudio disse:

    O seu time de CHORÕES e “revoltadinhas” periga nem ficar no G4.

  33. joaquim disse:

    Não houve falta que originou o possível pênalti. Ponto e Pronto! Quanto escândalo quanto há lance duvidoso a favor dos adversários do Corinthians. Há algumas rodadas, na Vila, todos se lembram: gol irregular de Ricardo Oliveira e pênalti não marcado a favor do Corinthians. Mas manter a seriedade desses antis jornalistas é pedir muito. Não é seu caso, sr. Birner. Mas não me recordo de V.Sª. ter comentado esses dois erros, ou, comentou? Para um time que brigaria contra o rebaixamento ser vice é um avanço.

  34. fabio disse:

    Comentário parcial! Dominou o jogo? Bola na trava não é falta de sorte e sim incompetência de quem chutou! Bola na mão não é penalti!

  35. Jairo disse:

    O SPFC desde 16-12-1935 na sua refundação, nunca perdeu para o time sem cor de itaquera quando este joga com 11 jogadores, todas as derrotas para o time sem cor aconteceram quando o mesmo entrou em campo com 15 jogadores, mas 4 destes disfarçados de árbitros.
    O time do estadinho de itaquera, que ainda não pagou nenhuma prestação do mesmo, é o REI DO APITO AMIGO.

  36. ze sergio disse:

    Podem censurar o quanto quiserem. Fabuloso é Soda! M1to é Soda! Soberano é o Maior do Mundo. A galinhada só faz sombra embaixo de muito apito amigo. Eterno freguesão. Eterno Faz Me Rir. Abs.

  37. André Gonçalves disse:

    A coisa mais fácil é apitar sentado em um confortável sofá e vendo o replay 200 vezes.

    Ontem o comentarista do jogo do cruzeiro x palmeiras teve que voltar duas vezes na sua opinião.

  38. alexei disse:

    APITO AMIGO…de novo!!!… mas isso é normal, se ja levaram um BRASILEIRAO na arbitragem ( 2005 ) oq seria um simples jogo ne?

    ONCE SMALL.. ALWAYS SMALL.

  39. Carlos São Miguel disse:

    Birner, meu caro, o que seria do futebol como esporte democrático e mais querido do planeta se não fossem as injustiças… O atacante do SPFC estava impedido, mas o lance seguiu. O São Paulo foi melhor sim, pois o Corinthians errou passes em profusão, o que não costuma fazer. A defesa são paulina joga exposta, e o seu técnico não vê isso. O time está fazendo bons jogos, sem ganhar os pontos necessários, e já sem um grande elenco, fica fora do G-4. Ou podemos esquecer que este time desanimado, capitaneado pelos Luis Fabiano e Ganso, só jogam as partidas que lhes interessa?
    O time é uma indústria de pontos perdidos, e está na rabeira do primeiro bloco, ao final do primeiro turno. Não vejo este time evoluindo mais do que isso. O técnico é muito bom, mas se o Idiotolói pode ser zagueiro titular do SPFC, você também tem chance…

  40. Cuco disse:

    O Luis Fabiano merecia os dois gols nas duas oportunidades em que a trave salvou o Curinthians. E mais uma vez o apito amigo fez a diferença a favor da turma do Itaquerão: o cara jogou vôlei na área e juiz e auxiliar não deram o pênalti.

  41. renato tricolor disse:

    Assisti pq nao tinha nada melhor que fazer, e olha que até nao me arrependi, foi um bom jogo, o SPFC pressionou e até merecia melhor sorte, mas fica claro que falta material humano pro Osorio fazer o time jogar principalmente nas laterais e no ataque, o resto é tempo e treino.

    O Curintia é um time que vai longe, nao joga bem, mas ganha ou empata todas.

    Ah, e foi muito bom ver o Breno jogando bem, ja que entrou numa fria.

  42. VALDEIR disse:

    Sorte??? Roubo descarado, isso sim, não é a toa que nosso futebol está acabado, o time que ataca, joga bonito e prá frente é roubado descaradamente, vergonhoso, árbitro ladrão safado.

  43. VALDEIR disse:

    Juiz safado, ladrão.

  44. Luciano disse:

    Juan Carlos Osorio eh a melhor coisa que aconteceu ao SPFC desde a saida de TELE SANTANA. Vamos viver muitas alegrias com Juan Carlos!

  45. joão disse:

    Ponto 1 -Depois da saída do Muricy, já com o Cruz e depois, ainda mais, com o Osório, passei novamente a conseguir assistir aos jogos do SP. No tic-tac, lado pra cá, lado pra lá e depois atrás para o Ceni, não dava mais. Perigava até eu dormir. Agora dá prazer, novamente, assistir jogos do SP. Ponto 2 – Sou um contumaz crítico do Fabiano, para mim seu tempo já passou. Ontem, tenho de concordar fez uma boa partida 3 – Técnicos: Birner citou que os 2 são bons. Está certo. E, temos de considerar o que disse o Tite após o jogo, explicando sua tática: (sintetizando) o SP foi mais agressivo mas quando conseguíamos ultrapassar sua linha de meio de campo a defesa estava toda aberta e tornava-se fácil fazer os gols (ele e toda a molecadinha do grupo escolar sabem disto). O meio da zaga é lastimável, perdem todas no mano a mano e com as laterais abertas…… No jogo contra o Cruzeiro eu já escrevi aqui: com as laterais abertas os inimigos chegam fácil à linha de fundo e de lá bombardeiam, com tempo de sobra para calcular o lançamento, a área tricolor, onde os lentos beques chegam sempre depois. E continuamos a ver isto. Dizem que o Tite é retranqueiro (mas sempre está bem na tabela) o Osório e outros que dão espaço demais na defesa, jogam bonito e geralmente perdem o jogo e não chegam a qq. lugar.

  46. Mauricio Oliveira disse:

    Caro Birner, a sorte de um time termina onde começa o azar do outro. E o azar do Corinthians é não ter um ataque eficaz, não ter uma defesa segura e ter um goleiro braço de alface. O Walter, que na minha opinião é mais confiável que o Cássio, não teria espalmado aquela bola bem nos pés do Luis Fabiano.

  47. Cirval disse:

    O pênalti do Uendel foi claríssimo. A bola nem ia em direção a ele. Foi ele que se colocou em frente da bola para evitar que ela fosse ao gol. Nitidamente, jogou como um goleiro e desviou a bola para fora.

  48. Lino disse:

    Certíssimo….o freguês sempre tem razão…rs….

  49. paulo aucestre disse:

    Se o Corinthians acerta 2 dos “mil” passes que errou no contra ataque…
    Acho bom o Birner conter um pouco a euforia, pois não será todo jogo que a defesa do seu time vai dar essa sorte. Fora isso, além de não ter acontecido falta para amarelo na exclusão do Felipe, no primeiro cartão ele foi o agredido. Com 10 o Corinthians teve mesmo que recuar, no fim do jogo. Ainda assim o Rildo quase faz o dele, bem como o Bruno Henrique, o Renato Augusto para boa defesa do Ceni… Não houve esse predomínio descrito no post.

  50. paulo aucestre disse:

    ” Jogaram como nunca….não venceram, como sempre! “

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>