Contato

160 respostas a Contato

  1. Igor Alcantara disse:

    Oi Birner,

    Eu sou especializado em Inteligência de Negócios e análise de dados e pensei, por diversão, em fazer uma análise em cima de estatísticas do futebol brasileiro. Se for com dados históricos, melhor ainda. Você sabe onde posso conseguir este tipo de informação?

    A ideia é divulgar isso ao público, de repente até em seu blog, se você se interessar.

    Caso tenha interesse, meu email foi preenchido neste post, entre em contato.

    Abraço.

  2. Fabio Fiaidini disse:

    Oi Birner,

    Acompanho seu trabalho e de Sir Juca Ferguson Kfouri faz um baita tempo. Ambos tem um programa com excelente conteúdo, mas falta visibilidade e qualidade do ponto de vista de atratividade visual. Sei que a televisão aberta sobrevive de audiência e esse não seria o foco de vcs. Na minha opinião falta uma opção desses debates na tv fechada. Até existem, mas com profissionais com interesses “profissionais”. Existe alguma possibilidade de contar com vcs na TV? Abcs e muita admiração. Fabio.

  3. Raí disse:

    Binner, segue um trecho do voto que decidiu o caso Oscar e São Paulo Futebol Clube.

    O voto ainda não foi publicado, mas já está disponível para consulta na internet.

    Se vc tiver um e-mail, posso mandar uma cópia do arquivo que o conteúdo completo da decisão. Abraços

    “O reclamado assevera acerca da omissão havida no
    V. Acórdão, quanto aos efeitos do segundo contrato de trabalho, diante do
    reconhecimento de sua validade; e o reclamante sustenta a existência de
    omissão quanto ao alcance da r. decisão embargada.
    Entendo que razão assiste aos embargantes.
    A r. sentença de primeiro grau determinou a expedição
    de ofícios a CBF e FPF, comunicando ter sido decretada a rescisão indireta do
    contrato de trabalho do reclamante com o São Paulo F. C., a partir de
    11.06.2010, e a consequente liberação do vínculo desportivo havido com o
    referido clube. O V. Acórdão de fls. 702/704 proferido por este E. Tribunal,
    dando provimento ao recuso ordinário interposto pelo reclamado (SPFC)
    reformou-o integralmente, reconhecendo a validade do segundo contrato
    celebrado entre o reclamante e o reclamado, afastando a rescisão indireta e
    julgando improcedente a ação.
    Diante do reconhecimento, nesta esfera recursal, da
    improcedência da reclamação, cessam os efeitos decorrentes dos ofícios
    expedidos, restando restabelecido o vínculo desportivo com o clube reclamado
    (SPFC).
    Desse modo, acolho parcialmente os embargos, para
    declarar o restabelecimento do vínculo desportivo entre o autor e o reclamado
    (SPFC) expedindo-se, de imediato, ofícios à Confederação Brasileira de
    Futebol e Federação Paulista de Futebol. Instruam-se os ofícios, com cópias do
    V. Acórdão e da presente decisão.
    É o voto.”

  4. Dldymo Borges disse:

    Prezado Birner :

    Chamo sua preciosa atenção para um artigo publicado no BlogdoJJ ( www. blogdojj.esporteblog.com.br )sobre a reunião havida entre José Maria Marin, o novo presidente da CBF ,e os clubes do Rio e São Paulo ocorrida na semana em curso. O BlogdoJJ é meritoriamente editado por José Joaquim Pinto de Azevedo que foi dirigente do departamento de futebol do Sport Recife e assessor da Federação Pernambucana de Futebol.

    Segundo o texto, tudo indica que a saída de Ricardo Teixeira não trará mudanças e até mesmo existe suspeitas de que ele continua mantendo as rédeas da CBF. O que se deve especular é se toda a campanha contra Teixeira e a suposta vitória com seu afastamento teria sido, na verdade, mera quimera. Se a cronica esportiva brasileira – especialmente a do sul/sudeste – continuar a ignorar as consequências resultantes do domínio da televisão sobre o futebol numa visão de estreito descortino – e, por isso, de natureza “paroquial” – nada mudará no futebol com a saída de Teixeira. Para acessar o conceito de “paroquialismo” na crônica esportiva vide o texto sob o título PAROQUIALISMO NAS REDES DE TV, clicando aqui.

    Didymo Borges
    ——————————————————–

    MADALENA, VOCÊ NÃO QUER QUE EU VOLTE!

    José Joaquim Pinto de Azevedo

    Quando lemos os jornais de ontem, com as notícias sobre a reunião dos clubes do Rio/São Paulo (exceção do Corinthians), com o novo presidente da CBF, ficamos na certeza de que nada vai mudar no futebol nacional, e continuaremos a remar contra a maré na tentativa de que pelo menos a opinião pública se volte contra a atual situação.

    Um encontro de oportunistas, onde todos se posicionaram ao lado de José Maria Marin, inclusive contra a criação de uma Liga de Futebol. Nós realmente merecemos.

    Elogios a Ricardo Teixeira não faltaram, e as promessas de melhorar o nível da arbitragem e de ouvir mais os clubes.

    Quais? Os do eixo que se juntou nessa última segunda-feira e que irão continuar a monopolizar o futebol brasileiro?

    A saída de Ricardo Teixeira seria apenas o início de um processo de oxigenação do nosso futebol, mas pelo que estamos sentindo isso irá demorar a acontecer, pois mesmo acusado de evasão de divisas, crimes de sonegação fiscal, entre outros, o cartola continuará tendo influência dentro da entidade, e o que temos hoje é um grande galinheiro controlado por antigas raposas.

    Essas continuam a comer as galinhas e manobrando com o esporte da chuteira no país.

    Não teremos nenhuma modificação. Os grandes continuarão grandes, e os menores irão diminuir, visto que aqueles só olham para os seus próprios umbigos, e esquecem totalmente de um esporte que é praticado em um país continental com grandes diversidades, e que precisam ser respeitadas.
    Clubes e federações continuam sendo administrados pelos mesmos cartolas e seus grupos que se eternizaram no poder, causando os mesmos prejuízos ao esporte do que o que abandonou o porão do navio, quando esse fazia água.

    O mais bizarro dessa reunião na entidade maior do futebol nacional foi as declarações do presidente do São Paulo, Juvenal Juvencio, ao comparar José Maria Marin a Frans Beckenbauer, e que iria fazer um grande trabalho à frente da CBF.

    Acreditamos que Juvenal estivesse sóbrio, e que tais palavras sejam pelo agradecimento do presente que recebeu, de ter o seu clube 12 jogos televisionados em Tv aberta no próximo brasileiro. Tal fato é certamente puro oportunismo. A fraqueza de Marin é o fortalecimento dessas raposas.

    Solera, um antigo jornalista de São Paulo, no dia de ontem, fez uma louvação ao novo comando da CBF, com o reinício do nosso futebol. Trágico.

    Por conta disso, lembramos do editorial da abertura do Programa Observatório da Imprensa, feito pelo jornalista Alberto Dines, que retrata muito bem o citado comentário:¨O ex-manda-chuva do futebol permaneceu blindado ao longo de anos, e só nos últimos três anos é que perdeu as imunidades que grande parte da imprensa lhe oferecia. É um caso de estudo sobre a leniência com que se trata certas figuras envolvidas com atividades populares: o esporte e sobretudo o futebol, oferece uma armadura resistente às exigências éticas e os sacolejos dados pela mídia¨.

    Os resultados da reunião na CBF fizeram com que nos lembrássemos de um personagem de nome Sebastião do humorista Jô Soares, que caracterizava o último exilado do governo militar que queria voltar para casa, e conversava com a mulher pelo telefone para saber das notícias do país. E depois de tomar conhecimento do que ocorria no Brasil sob o regime militar, emitia uma frase que se tornou célebre: ¨Madalena, você não quer que eu volte!”

    Estamos nos sentido na pele de Sebastião com tais notícias.
    ———————————————
    Comentário de Didymo Borges no BlogdoJJ sobre a postagem MADALENA, VOCÊ NÃO QUER QUE EU VOLTE!

    Infobrasil- Qua 28 Mar 2012
    O pior que se pode inferir é que existe real disposição para perpetuar a desigualdade. Nesta reunião dos clubes com o presidente que sucedeu Ricardo Teixeira existe clara intenção de açambarcamento do butim. Rejeitaram a criação de uma Liga que poderia negociar os direitos de televisionamento e promover o rateio das verbas entre os clubes de forma mais isonômica. Em outras palavras: há indícios de que podem deixar rolar a negociação direta da Globo com os clubes o que tenderá para a “hispanização” (*) do futebol brasileiro com a bipolarização entre Flamengo e Coríntians. Isto significa o apequenamento do futebol subordinado à grade de programação da emissora de televisão. Ou seja, tudo indica, pelo que se pode inferir desta reunião nesta semana, que não haverá força política suficiente para acabar com a “mutretagem” da era Ricardo Teixeira. O velho senhor feudal saiu e deixou uma herança maldita a ser resolvida.

    Didymo Borges
    (*) Hispanização é um termo que se refere ao futebol espanhol bipolarizado entre Real Madrid e Barcelona e com os restantes clubes reduzidos a meros coadjuvantes no Campeoto Espanhol.

  5. Veja o que li sobre vc Birner… No blog do outro….kkkk

    Eddie
    17/04/2012 às 5:36 PM
    SEGUE PARA SEU CONHECIMENTO O QUE “REALMENTE” ACONTECXE NO CASO OSCAR CONFORME ESTÁ MOSTRADO NO BLOG DO VITOR BIRNER (ESSE POSTA A REALIDADE DOS FATOS):• Após 5 anos de convivência harmônica com Oscar, a situação se modificou radicalmente quando Giuliano Bertolucci passou a representar o atleta, exigindo 30% dos direitos econômicos do jogador. Como a diretoria não cedeu, o empresário informou que retiraria o atleta do clube.
    • Apesar de Oscar alegar ‘supostos’ atrasos salariais’ na ação trabalhista, a verdadeira causa da reclamação foi a vontade de o jogador conseguir aumento salarial (conforme o próprio atleta reconheceu, de forma contraditória, nos autos do processo) e do empresário obter ganhos com a futura venda dele.
    • Giuliano Bertolucci levou Lucas Piazon a tomar medidas iguais na Justiça e tentou fazer o mesmo com Casemiro para quem ofereceu R$ 1 milhão. O volante recusou e o empresário aumentou a oferta para R$ 1,5 milhão.
    É SENHOR MILTON DAS NEVES, VAI PESQUISAR MELHOR COM O VITOR BIRNER. ESSE SIM É JORNALISTA ESPORTIVO…

  6. Helio disse:

    Ola Biner sempre acompanho seus comentarios,gostaria que vc procura-se informaçoes sobre o jogador Fernando Baiano Amorim outro jogador que dizem ser aliciado pelo Inter como o Oscar……grato.

  7. Renato Portela disse:

    Boa tarde Birner, sou seu leitor assíduo. Gosto muito das suas análises. Tenho uma sugestão tema para sua coluna. Todo está concentrado no processo do caso Oscar. Mas que tal ver isso pela ótica mercadologica. O quanto foi esperto o empresário do jogar! Fiz um levantamento rápido na internet para mostrar a proporção de um grande jogar atuar em SP no Tricolor e Porto Alegre no Colorado. Por exemplo, o estado de São Paulo tem 20 milhões de habitantes, POA tem 1,5 milhões. Bom seguindo a regra básica do marketing, quanto mais público cosumidor em potencial, mais chances do produto gerar mais receita. São Paulo é resposável por 33% do PIB brasileiro, com 1 bilhão, POA por 6,6%, 215 milhões. Mais $$$, mais mídia, mais exposição de marca, expande naturalmente para outros mercados. Falando dos clubes, como plano de carreira, segundo pesquisa Ibope/Lance de 2010, o Tricolor tem a 3ª maior torcida do Brasil, com 16,8 milhões de fãns. O Inter tem a 10ª, com 4,8 milhões. Bom, não precisamos dizer quem vende mais camisa, aparece mais na TV, jornais, rádios etc. Comparando dois jogadores da mesma geração, Lucas X Oscar, dizem que Lucas ganha mais de R$ 100 mês no Tricolor, dizem que Oscar ganha por volta de R$ 40 mil no Inter, Lucas smepre está nas convocações da seleção, já Oscar não. Acho que aqui a força da mídia prevalece. Já falando vendas de jogadores, segundo pesquisa do intrituto Pluri Data, o Tricolor é o clube que mais arrecadou, cerca de 100 milhões de Euros, já o Inter 31,5 milhões de Euros. O jogador mais caro já vendido por um clube brasileiro foi o Denilson em 1998 por 31,5 milhões de Euros, o Inter já arrecadou com jogadores vendidos cerca de 58 milhões de Euros, vendeu o Pato por 22 milhões. E pra fechar, clubes que mais cederam jogadores para seleção em Copas até 2010, SP 2º lugar, com 42. Já o Inter, cedeu é o 11º com 8 jogadores em copas do mundo. Mediante tudo isso, acho que o empresário do Oscar é um GÊNIO DO MARKETING!!! E o jogar, tem QI de ostra!

  8. Marcio disse:

    Boa tarde, Birner, tudo bem?

    Acompanho seu blog e seu trabalho há muito tempo, mas só recentemente li o aviso que diz:

    “O time de titular do Birner convida você a publicar um post no Blog do Birner. Se você acha que tem assunto que possa interessar aos visitantes assíduos do blog, se joga!”

    Porém, nunca vi textos de colaboradores-leitores. A proposta está valendo? Se estiver, me responda no meu e-mail, por favor. Gostaria muito de colaborar!

    Abraços, Marcio.

  9. Guilherme Augusto Caputo Bastos disse:

    Sr. Birner, gostaria de uma oportunidade para esclarecer algo em torno da noticia do seu blog, por exemplo: o Habeas Corpus foi impetrado pelo atleta apenas e tão somente para que lhe fosse garantido o direito de jogar para o time que escolhesse, nao sendo contra nem muito menos a favor de nenhum dos dois times envolvidos Sao Paulo e Internacional; meu sogro e mero consultor do escritório do impetrante pois ele tem escritório próprio. Obrigado. Guilherme

  10. Décio Marimon disse:

    Sei que no jornalismo hoje a versão é muito mais importante que o fato, em todo caso sugiro que confiram no Blog do jornalista Hiltor Mombach o que diz o ministro do TST Caputo Bstos.

    Ouça a entrevista com o ministro do TST, Caputo Bastos, para a Rádio Guaíba.

    . Ele fala sobre a pretensão do São Paulo de cassar o Habeas Corpus.
    . Pela entrevista, Oscar terá condições de jogar contra o Fluminense.
    . Responde ao advogado do São Paulo, Kalil Rocha Abdalla, que disse que o ministro agiu de maneira estranha ao conceder habeas corpus para o meia Oscar atuar pelo Inter. “Sendo genro do Luiz Falcão, que é um dos advogados Oscar, ele não poderia despachar.
    . Caputo na entrevista: “”O mérito da questão nunca recebeu manifestação contrária. Além disso, sou torcedor do Flamengo e não me dou por suspeito ao julgar processos contra esse clube, o mais querido do Brasil. A minha paixão ou emoção não irá altera a minha serenidade no momento de analisar algum assunto”.
    “Vou atuar até que meu Tribunal decida me afastar deste caso”
    ”Também estou surpreso que o meu parentesco com o ministro Falcão tenha sido citado. É público e notório que ele tem escritório próprio, mas neste caso ele não advoga. Quem disse o contrário, disse uma mentira”.
    . Mais: “Os casos que envolvem jogador de futebol envolvem muita paixão. Nestes casos as críticas são infundadas e sem sentido.”

  11. Emerson Lima disse:

    Boa Tarde Birner,

    Voce leu esse texto sobre o caso Oscar? Muito interessante, segue o link caso te interesse.

    http://www.conjur.com.br/2012-mai-03/senso-incomum-habeas-corpus-jogador-oscar-exemplo-decisionismo

  12. Luiz Fernando disse:

    Boa tarde Birner, dada a notícia no uol de nova proposta do Galo pelo Diego Forlan, você poderia comentar porque o nosso SPFC não se manifesta em contratá-, considerando toda a relação tricolor com seu pai. Muito obrigado, grande abraço!

  13. Ângelo Bezerra disse:

    Caro Birner,

    segundo informações dos escreventes que trabalham na 89ª Vara do Trabalho do Fórum Trabalhista, a audiência inicial da reclamação trabalhista do Adriano ocorrerá em 1º de junho de 2012, às 9:30h. Nessa oportunidade, o jogador Adriano será ouvido pela juíza responsável pelo processo.

  14. Olympio disse:

    Caro, Birner não é comentário.

    Só queria saber onde adquiriu aquela blusa do ACDC que Vc. estava usando na última terça feira (29/05/12) no Programa Cartão Verde da Cultura. Tbém sou fã deles.
    Grato

  15. André Sarli disse:

    Boa Tarde Birner, sou leitor diário de seu blog e gostaria de saber sua opinião sobre os resultados dos pontos corridos até então no Brasil.

    Escrevi, como amante do futebol, em meu blog no seguinte post:
    dosarli.blogspot.com.br/2012/06/reflexoes-sobre-brasileirao-na-era-dos.html

    Acredito que os pontos corridos são muito benéficos ao futebol brasileiro, tanto em novos quesitos de competitividade, emoção e estabilidade, e além disso tem vantagens que não podem ser facilmente reconhecidas a olho nu, como a recente busca de maior organização, estruturação dos times de futebol que não por acaso são os maiores vencedores dos últimos anos.

  16. Wanderlei Fernandes disse:

    Birner,

    Não tenho sugestão de post, apenas um desabafo a fazer com outro torcedor são paulino.

    Ontem, fui assistir um jogo com um pensamento condicional: “São Paulo não vem bem, mas tenho fé, se der eliminação (até previsível), largo mão de assistir os jogos até mudarem algumas coisas”. Confesso que ao sair do jogo, uma baita frustação me desolava (e ainda me desola), não só por ter sido eliminado pelo Coritiba, mas também por ver o Corinthians naquele exato momento conseguir o seu maior feito em Libertadores, chegar a final. Tenho que admitir, que após o jogo e consequente eliminação, não conseguirei cumprir minha promessa de deixar de ver os jogos do São Paulo até as coisas mudarem. Porque eu simplesmente amo esse time, amo mesmo com as decepções (inclusive a de ontem), amo tanto, a ponto da minha namorada reclamar que gostaria que eu também fosse assim com ela.

    Como eu disse acima, vou continuar amando e acompanhando sempre que possível, porque não consigo não torcer, deixar de ver e apoiar o São Paulo. Mas algumas coisas precisam mudar, pra não entrarmos num período de ressaca e reestruturação longo como o de 1994 até 2004! No qual tivemos times com bons valores individuais sem assombrar ninguém, foi quando ganhamos a bela alcunha de bambis e dos jogadores pipoqueiros (que inclusive resultou na saída de jogadores como L. Fabiano e Kaká) – para deixar claro, não acho que eles pipocavam! Taí umas coisas que precisavam ser revistas no SPFC:

    - Dênis: precisa ser mais ativo, cobrar, gritar, comandar a defesa. Cansei de ver o São Paulo tomar gols e nem ele ou qualquer outro jogador, cobrar dos parceiros uma reação. Falta uma voz ativa na defesa, saudades do capitão.
    - Douglas e Cortês são alas!!! Ou coloca três zagueiros, ou dois volantes de marcação.
    - Rodrigo Caio: serve pra entrar na lateral e ser marcador individual do jogador mais habilidoso do outro time num jogo decisivo, mas não pode ser o nosso cão de guarda no meio campo?! Cadê a coerência?!
    - Cícero: não saí do time! Não está em boa fase, tem problemas pessoais delicados (filho nasceu prematuro e corria ou ainda corre riscos) e deveria ser preservardo. Se ele tem pedido pra jogar, falta bom senso da Diretoria e do Treinador em insistir com ele, ainda mais nesse momento, mesmo mostrando profissionalismo e eu admiro ainda mais se for esse caso.
    - Jádson: está mau posicionado no time. Cícero joga mais adiantado e como tentativa de elemento supresa, já o baixinho camisa dez vem caindo pela esquerda e ajudando o Cortês na marcação, como se fosse um volante!!!
    - Lucas: precisa levantar a cabeça mais vezes. Não digo pra sempre tentar tocar para alguém ou para o L. Fabiano, mas para adquirir maior visão da jogada e poder escolher a melhor opção para conclusão de suas boas jogadas.
    - L. Fabiano: não tem perfil para ser o capitão, é ótimo jogador, mas não tem moral pra cobrar paciência ou até mesmo motivar os companheiros. Digo isso porque vive sendo expulso e reclama até da sombra. Só quero gol, não precisa ser bonito, mete o canudo que tá lindo (nada de biquinho por cima do gol).
    - Fernandinho: se não fosse o futebol, ele seria só mais um nesse país (e também o é como boleiro). Não acrescenta nada ao elenco, talvez treine bem, mas não trasmite segurança nos jogos e nem pode reclamar que lhe faltou oportunidade para mostrar futebol. Deveria ser dispensado.
    - Casemiro e Maicon: uma coisa é ser lento e cadenciador, ou é parecer desmotivado e se arrastar em campo. Parece faltar vontade aos dois.
    - Denilson: Vale um esforço financeiro para ser contratado e poderia sim ser um capitão na ausência do Rogerio, tem raça, não tem medo e se doa. Famoso suador de sangue!
    - Leão: Deveria ser pedir o boné e ir jogar Football Manager, talvez lá, esse padrão (ou falta) táctico dele dê resultado (e quem sabe o Fernandinho também).
    Juvenal e toda Diretoria: Abaixar a bola, trabalhar e usar o dinheiro (fruto de endividamento) de forma sábia (treinador e jogadores consagrados).

    Bom, é isso. Pra fechar: “é na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, até que a morte nos separe”. Até o próximo jogo, São Paulo, o meu amor.

  17. Geraldo Mesquita disse:

    O que está acontecendo na série C do campeonato brasileiro é simplesmente vergonhoso, e não sei exatamente porque a grande mídia cala. Você é um dos que pode repercutir o assunto, e talvez até entrar em contato com os presidente de clubes como Santa Cruz, Fortaleza e Paissandu.

  18. Guilherme disse:

    CARTA DE ANDRES PARA JUVENAL JUVENCIO

    Querido Juvenal,

    Quando você assumiu a presidência do São Paulo, seu time era o finalista da Libertadores. Agora é o meu.

    Quando você assumiu a presidência do São Paulo, seu estádio estava na Copa. Agora é o meu.

    Quando você assumiu a presidência do São Paulo, seu time era o mais temido do Brasil. Agora é o meu.

    Quando você assumiu a presidência do São Paulo, suas receitas de TV eram as maiores do Brasil. Agora são as minhas.

    Quando você assumiu a presidência do São Paulo, suas receitas de marketing eram as maioresdo Brasil. Agora são as minhas.

    Quando você assumiu a presidência do São Paulo, seu clube fazia as melhores contratações do Brasil. Agora é o meu.

    Quando você assumiu a presidência do São Paulo, seu clube era referência ética. Agora não é mais.

    Quando você assumiu a presidência do São Paulo, seu departamento médico era invejado por todos. Hoje é motivo de piada.

    Quando você assumiu a presidência do São Paulo, jogadores brigavam por uma chance de jogar no seu time. Hoje, brigam na justiça para sair dele.

    Quando você assumiu a presidência do São Paulo, seu time era o terror dos mata-mata. Hoje, você acumula 17 eliminações seguidas.

    É por isso que nós, Corinthianos, e também os Palmeirenses, Santistas, Colorados, Gremistas, Flamenguistas, Cruzeirenses e muitos outros lhe desejamos LONGA VIDA A FRENTE DO SÃO PAULO! Sua gestão nos traz muita FELICIDADE!

    FICA JUVENAL!!! São os votos sinceros de seus adversários!

    (obs.: Este é apenas um desabafo de um São Paulino cansado de ver o Manto Sagrado envergonhado por jogadores, técnicos, diretores e, principalmente, um presidente medíocre)

  19. José Carlos disse:

    Olá Birner, boa tarde.

    Eu gostaria de te cumprimentar. Diariamente visito o teu blog e usualmente assisto o Cartão Verde. Preciso explicar que não me identifico com quase nada do que você pensa e se comporta, mas, eu tenho profunda admiração pela tua dignidade, transparência e sinceridade.
    Eu discordo totalmente da tua visão de futebol, pois acredito que na Europa não existe futebol. Contudo, enfatizo embora as nossas diferenças eu sempre te leio e te tenho como referência.

    Parabéns!

  20. David disse:

    Caro Birner,

    Duas coisas:

    1) A cada dia que passa, ao assistir as entrevistas e os resultados dentro de campo, mais convencido fico que, mais importante que a qualidade técnica e condicionamento físico é o QI do jogador de futebol.

    Sou defensor que os clubes grandes invistam em aulas particulares (de higiene pessoal à finanças, passando por psicologia e portugês) e que cobrem os seus jogadores como alunos. Ou seja, aquele que não “passar em determinada matéria” deveria ter seu contrato automaticamente rescindido. Pois é burro!!

    Qual a vantagem de ter no seu time um jogador que não tenha capacidade de raciocinar ou ligar ideias?! Qual a segurança que um treinador ou um dirigente tem de que sua mensagem será corretamente interpretada e internalizada pelo atleta?!?!

    2) O jogador Diego (atualmente no Wolfburg) além de jogar muita bola, é torcedor do time do São Paulo, tanto que ele já adimitiu que seu maior ídolo é o Raí e existem reportagens do Diego, na infância, jogando bola com a camisa do Tricolor. Agora segue uma pergunta (num tom de indignação total): Que p*** que o JJ e a Diretoria do São Paulo já fez para trazer o Diego para o nosso time?!?! Além de ser tecnicamente diferenciado e ser um cara inteligente (facilmente notável em suas entrevistas e postura, dentro e fora do campo), ELE É TORCEDOR DO SÃO PAULO!!! O desânimo que dá ao ler a notícia que o “Flamengo e times russos disputam passe de Diego” é enorme…

    O melhor dos mundos é ter uma equipe motivada, inteligente e com paixão naquilo que faz!!! Temos sempre que ter ídolos São-Paulinos de verdade em nossa equipe!

    Obrigado por ler meu desabafo…

    Obs.: bateu uma saudade de ver outra cena como aquela do Leandro, atacante, ex-integrande da torcida Independente, subindo no travessão e comprimentando a torcida no Morumbi…

  21. André Flexa disse:

    Birner, sou são-paulino, torcedor de arquibancada, brasiliense, formado na GV em Adm. Pública e estudo para me tornar um diplomata. Escrevi esse texto em uma discussão de colegas de Morumbi, todos irritados pela “fila” do tricolor. Veja o que acha.

    ……….

    (escreverei minha opinião, portanto, nas linhas que seguem, evitarei recorrer a “pra mim”s da vida, ok?)

    O principal problema que o São Paulo vem enfrentando nos últimos anos é a inconstância da diretoria. Sim, faltou pegada a alguns elencos, a alguns jogadores, mas a diretoria não chegou a afirmar que seguraria um treinador que fosse. Se o fizesse, ajudaria na relação do técnico com o grupo. A direção do São Paulo tem sido amadora, se comportando justamente com a mesma prática histórica dos nossos rivais, tudo que a gente sempre quis se diferenciar.

    Tecnicamente, não tivemos um elenco desde 2009 que não estivesse entre os cinco melhores do país, mas nenhum técnico segurou a pressão. E bons nomes passaram. Qualquer treinador vai ter nossa antipatia em alguma hora, mas é importante que ocorra um trabalho longo pra que se possa dar padrão tático a uma equipe. A diretoria não peca só ao demitir, mas essa atitude tem sido decisiva para a nossa escassez de títulos (ela vem agindo erradamente em vários pontos há muito tempo, saudades do Portugal Gouvêa…).

    Quanto a esse ano, o Leão era um comandante desatualizado, com treinamentos desatualizados, preparação física desatualizada, etc. Veio pra tapar buraco e ficou (o Adílson era um bom nome, assim como o Ricardo Gomes, mas sem tempo, complica). Ele era sim um problema, e o time que montou, que não era um time, faz mal às estrelas. Como o São Paulo não tem padrão tático algum, jogamos simplesmente contando com as individualidades. Isso é um peso muito grande, além de não ser uma forma ineficiente de vencer. Acho equivocado dizer que o Luís Fabiano não brilhou, porque é querer demais que sempre uma alguma estrela resolva, o tempo todo, qualquer uma delas. E nesse time desse ano, pra ganhar de qualquer equipe que seja, temos precisado de um lampejo de alguém, não há padrão de jogo. O Luís foi decisivo contra a Ponte, o jogo mais complicado que tivemos nessa Copa do Brasil, acho que vocês não estão lembrando disso.

    Acho o Ney Franco um excelente nome, capaz de criar um time. Com as peças que o clube tem, que acho muito boas, dá pra formar um time vencedor. Talvez não esse ano, porque ele vai ter de dar padrão a uma equipe no meio do campeonato (basta ver na história dos pontos corridos o quanto é raro algum clube ser campeão tendo trocado de técnico), mas vcs se lembram que o time de 2005 tinha quase tudo do Cuca, de 2004? Temos que parar de ter essa sanha por queimar treinador a cada derrota em jogos decisivos… Montando um time que tenha padrão tático, defesa sólida (gostei bastante da contratação do Toloi), os jogadores de qualidade vão brilhar… O Luís, o Lucas, o Jadson, o Douglas, o Cortez… Até os Casemiros da vida vão brilhar, porque têm muito potencial.

    Agora, isso só será possível se, numa derrota pra algum rival, se ao perder um título em um mata-mata (e a Sul-Americana vem aí), a diretoria bancar o comandante. Pelo histórico do Ney, a capacidade de trabalhar com garotos, a possibilidade de uma boa relação com o Renê Simões, ele merece essa chance, essa paciência. Até porque não tem muita gente no mercado dando sopa. Depende da diretoria… dela não dar ouvidos à nossa impaciência, e esse é o trabalho dela. A direção são-paulina deve parar de se comportar como mera torcedora.

  22. André Augusto dos Santos disse:

    Carta ao elenco do São Paulo.

    Esperança ….
    Bom dia!
    Senhores, diante do fraco desempenho dos últimos anos, vejam bem, últimos anos, ou seja não estou falando somente do paulista deste ano ou da copa do Brasil deste ano, e sim de uma história recente, gostaria de contar a vocês um pouco do que sinto sobre a situação atual do time.
    Eu me tornei torcedor do São Paulo em 1992 quando tinha 8 anos, durante um encontro de casais da igreja em que meus pais participavam, na TV passava a final do paulista daquele ano e me vi São paulino diante da raça e força de Ronaldão, a maestria de Rai, do instinto matador de Muller, da inteligência do mestre Tele Santana, dentre tantás outras qualidades daquele time que se sagrava campeão paulista naquele dia 20.12.1992. De lá pra cá acompanhei muitas glorias e alguns reveses deste amado clube que conta com a terceira maior torcida do Brasil, sinto muito mais muito orgulho mesmo de ser São paulino, gostaria de compartilhar que levarei o coração de cinco pontas onde eu for, e também como sabemos um torcedor de futebol apaixonado troca de casa, bairro, cidade, estado, pais, continente, esposa, carro, opinião, preferência, enfim, só não troca de filho(s) e de time de futebol. Você, jogador de futebol está hoje defendendo estas cores e amanhã poderá defender outra, fazer o que, é assim que a banda toca.
    Não estou aqui para criticar e nem elogiar nenhum jogador em especial, portanto não citarei nomes, estou aqui apenas para fazer um pedido: “HOREM ESTÁ CAMISA”, olhem o numero de conquista do São Paulo, é impressionante, assistam os Vídeos e DVD’s que falam destas conquistas, esqueçam todos os maus momentos que já passaram neste clube, façam suas histórias, façam parte da história do soberano, façam a diferença, estou dizendo isto porque acredito em vocês, talvez até mais que vocês mesmos, o que estou pedindo é para jogarem tudo o que podem; e não adianta falar que já estão jogando porque não é o que parece, parece sim que se fala muito e se age pouco, ou até pior, alguns nem falam e também não fazem, parecem descompromissados, se não estão satisfeitos informem seus empresários e a diretoria, saiam do clube, mais até lá joguem 100% até mesmo para saírem mais valorizados e com o senso de dever cumprido, e aos que querem ficar se inspirem em exemplos recentes como Lugano, Rogerio Ceni e o próprio companheiro de vocês, Luiz Fabiano, que até deixou de ganhar dinheiro para jogar no Soberano, Lugano jogava com uma vontade incontestável independente do placar favorável ou desfavorável, e Rogério é um exemplo de fidelidade e amor a camisa, não só para o São Paulo mais para o mundo do futebol inteiro.
    Se as vitórias não vierem lamentaremos, porém vamos vender caro nossa derrota, vamos ser um time chato de se jogar contra, um time “incardido”, voluntarioso, tinhoso, um time que faça os adversários torcerem o bico não hora de se enfrentar.
    Creio que é a partir desta atitude e postura que devamos iniciar nossa caminhada, começaremos do zero, não adianta pensar que existe qualquer possibilidade de libertadores com a atitude mostrada até agora. Mudem a história que vem nos assombrando nos últimos anos, coloquem novamente este clube em seu lugar de direito, façam sua história, façam parte da história deste time, para que no futuro possamos contar histórias sobre vocês, e lembrar de como este time de 2012 nos fez orgulhosos pela sua atitude, creio que depois deste sentimento tomarem conta de vocês as vitórias virão, a boa campanha virá e assim não teremos que olhar para o tempo que passou e sentir vergonha do presente, é tudo isso que peço encarecidamente: “HOREM ESTÁ CAMISA”.
    Quanto as criticas, gostaria, sinceramente, do fundo de meu coração que me provassem o contrario, para que eu, e milhões de torcedores do São Paulo espalhados pelo Brasil e pelo mundo tivéssemos nossos corações (que tem cinco pontas) preenchidos novamente com a esperança de mais uma vez ver o Soberano no seu devido lugar, pois “DENTRE OS GRANDES, ÉS O PRIMEIRO”
    Obs: Não citarei a diretoria pois está já com o prazo de validade vencido a tempos, e aparentemente teremos de conviver com ela mais um tempo.

    Atenciosamente.
    André A. Santos.

  23. Vinicius disse:

    Ajude-nos a lutar por um Sao Paulo melhor.Devolvendo o poder ao clube,e retirando aqilo que faz tanto mal ao tricolor.
    Estamos com um abaixo assinado que ja conta com mais de 10000 assinaturas.
    Todos lutando contra este mal que se instalou no Sao Paulo.
    http://peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=SPFC2011
    Tem o objetivo de rachar a base de apoio e influenciar o judiciario,para que o mais rapido possivel Juvenal Juvencio seja retirado.
    Contamos com a ajuda de quem quer ver um Sao Paulo e tambem o futebol brasileiro melhor

  24. Luis Filipe Chateaubriand disse:

    Vitor Birner, boa tarde!

    Publiquei um livro sobre o calendário do futebol brasileiro, e queria lhe enviar o conteúdo. Poderia me fornecer um email para que eu o envie?

    Luis Filipe Chateaubriand

  25. Dominique disse:

    Birne. tenho informações sobre umas das empresas. do Grupo Sol embalagens. e Salamandra. investigadas por vc, se houver interesse entre em contato….

  26. Renato disse:

    Quanto à pesquisa sobre o Ganso, faltou uma alternativa: ele não será um grande jogador por falta de cérebro. Os rolos nos quais ele se mete e os maus momentos que ele já causou revelam que ele não tem um. Aliás, que jogador brasileiro hj possui um? É difícil fazer uma seleção porque não temos nem 3, nem 2, nem 1 grande cérebro, um líder inteligente. Há alguns muito talentosos, criaram a figura de “presidente”da seleção, um título que não corresponde a líder, pois é um cargo com mandato. Será que o Neymar será um grande líder? Difícil, basta ver o gosto dele. Kaká não foi, Ronaldinhos não foram, nem Lucas será…

  27. Lucas Cortelletti Uchôa disse:

    Birner, sempre que posso acompanho seu trabalho tanto aqui no blog quando no cartão verde. Entretanto, ainda não te vi comentando essa possível contratação do Ganso pelo São Paulo por essa quantia toda de dinheiro. Gostaria muito de ouvir sua opinião.
    Eu sou fã do estilo de jogo do Ganso. Sou fascinado por meio campistas como ele, ou como foi o Zidane. Mas ando meio receioso com essa possível contratação, pois a tempos o Ganso não demonstra em campo o que ele já mostrou saber fazer. Além disso, fico muito em dúvida se o Ganso é o tipo de jogador que causa mal estar no grupo ou se ele é um jogador de boa índole. Os dirigentes do Santos o tem pintado como um cara meio problema, mas também não dá pra levar muito em consideração os cartolas do futebol que, em geral, são muito desonestos, assim como os nossos “bons” políticos. Aí fico pensando se o Ganso não está saindo do Santos por que está sendo sacaneado?!
    Não podemos nos esquecer também dos problemas de lesão.
    Enfim, parece-me um investimento de altíssimo risco, mas que meu coração ao mesmo tempo são paulino e super fã do futebol do Ganso aprova. Minha razão já me deixa muito em dúvida.
    Gostaria muito de saber o que você pensa.
    Um forte abraço e parabéns pelo seu trabalho.

  28. Fernando do Valle disse:

    “A tartaruga fugiu.”

    Acompanho o São Paulo e suas notícias desde menino e vi diretores e presidentes entrarem e saírem, alias espero ver o mesmo ocorrer com o Sr. Juvenal Juvêncio.
    Nosso clube e enfatizo, NOSSO CLUBE não pode pertencer a alguém pois o São Paulo é muito grande para ter um “dono”.
    Meu protesto corroborado por tantos São Paulinos registrado, passo para o assunto referente ao titulo da coluna. A tartaruga fugiu, sim lá estavam cuidando dela Adalberto Baptista, João Paulo, Julio Casares, dentre outros a mando do outrora pioneiro J.J, mas ela fugiu. Antes o São Paulo realizava suas operações com uma lentidão proposital, aquela matreira que fazia com que as coisas dessem certo. Quem não se lembra da emblemática contratação de Muller em 1996, tudo costurado com calma e sem holofotes, algo que parecia muito improvável ja que o mesmo estava voando jogando pelo Palmeiras, ou mesmo a repatriação de Leonardo em sua segunda passagem quando jogou de meia e foi importantíssimo para a conquista do Bi mundial, coisas que aconteceram e ponto sem alardes e sem a burrocracia que hoje assola a diretoria. Entendam tudo no São Paulo agora vira uma novela com capítulos longos e maçantes e quando chega ao final…Ah o final, que é sempre o mesmo a diretoria se exime de culpa, pois no quesito contratação a culpa sempre é do procurador, do jogador, da imprensa, da janela de transferência, do mordomo enfim de tudo e de todos menos da diretoria a qual é a parte responsável e interessada no processo.
    Alguns jogadores passam a frente dos diretores do SPFC com a caneta na mão e assinam com outro clube, vemos hoje o Danilo do outro lado, e todos sabemos que antes de fechar com eles, o São Paulo não demonstrou interesse, o Nilmar muitos aqui no blog xingam e brigam e nem to dizendo que seria a solução para os problemas mas passou na porta do clube com a caneta na mão, agora temos esta oportunidade com o P.H Ganso e sabem o que vai ocorrer “NADA”. Esses balões de ensaio são lançados para tirar o foco principal, parte política, a famigerada reeleição dentre outras coisas . Se a torcida quer grandes contratações tem que questionar o Sr. J.J no poder, pois para tirar o foco e enterrar o assunto ele é capaz de contratar Lionel Messi. Ja que não conseguimos derruba-lo ao menos vamos questiona-lo, para ver se conseguimos lucrar algo para o nosso grande São Paulo. Não serei leviano e perguntarei onde vai parar o dinheiro sem indícios, mas uma coisa eu tenho certeza, a estrutura é fundamental, mas prefiro um grande título do que mais um belo lago em cotia para mimar crianças e criar tartarugas pois elas fogem e algumas crianças também, vide Oscariotes.

    Fernando do Valle.

  29. Marcelo Fabiano disse:

    Oi Birner.

    Acompanho teu blog aqui de Sydney faz bastante tempo e gosto da postura que voce assume em relacao aos bastidores do futebol.

    Me preocupa muito com o que os tribunais esportivos estao fazendo com o futebol. Nao estou colocando em pauta possibilidades de favorecimento e corrupcao. Me refiro a liberdade de expressao que foi estirpada dos jogadores e tecnicos de futebol. Acho absurdo que em pleno seculo 21, numa republica democratica, um atleta nao ter o direito de expressar seu descontentamento com a organizacao do campeonato, calendario, condicoes dos estadios, seguranca e arbitragem. O STJD conseguiu instituir tamanho temor, a ponto de os acessores de imprensa serem obrigados a moldarem a expressao natural dos boleiros e tecnicos em uma versao padronizada, politicamente correta e excessivamente precavida. Entrevistas hoje, nao tem mais graca. Qualquer jogador entrevistado tem a mesma duzia de frases prontas.

    Imagine a criminosa alteracao de datas da partida entre Atletico-MG a Flamengo. Qual a consequencia de um jogador vir a publico e declarar que isso fere a lisura do campeonato? Qual a consequencia de um jogador criticar, nao as decisoes, mas a postura de alguns arbitros com inclinacoes militaristas e completa falta de respeito com os profissionais da bola. Qual a consequencia de um jogador criticar as datas e os horarios das partidas?

    Perderam o direito de falar. Qualquer coisa dita pode gerar punicoes e retaliacoes. O tribunal torna-se um orgao que lembra o governo ditatorial do Brasil, onde o terror era usado pra manter a populacao na linha enquanto seus integrantes usurfruem de plenos poderes para alterarem os rumos do campeonato sem nenhuma restricao ou responsabilidade.

    Isso tudo sem citar o famoso “efeito suspensivo”, que na minha visao, quebra completamente o conceito de “causa e efeito”. Voce comete um erro mas paga so’ quando for conveniente.

    Essa semana ouvi uma entrevista com o Aristeu Tavares no programa da CBN, e ele declarou que os tribunais estao mudando cartao de jogadores! Ou seja, o arbitro, aquele que tem 2 empregos pra se manter, da um cartao ao jogador, e o tribunal muda o cartao!!

    E’ assim que o futebol perde adeptos.

    Nao acredito em campanhas mas queira sugerir uma. E me desculpe se isso ja foi falado antes.

    Tribunal de Justica Desportiva (especificamente falando de futebol), deveria ser formado por Ex-Jogadores e Ex-Arbitros.
    Imagine um tribunal composto por figuras como: Zico, Leonardo, Zinho, Cesar Sampaio, Evair, Antonio Carlos, Ricardo Rocha, Branco, Rivelino, Zetti, Rai.
    Alguns ex-tecnicos inclusive poderiam ser integrantes.

    Muitos estao empregados como dirigentes ou tecnicos, mas eles conhecem do jogo, do dia a dia. Sao pessoas que nao precisam de exposicao e nem dinheiro. Estariam prestando um servico ao esporte e com certeza, se forem treinados com conhecimento dos procedimentos e leis, dariam enorme credibilidade as decisoes extra campo.

    Att.

    Marcelo Fabiano.

  30. Gustavo disse:

    Birner,

    Há algum tempo não ouço Juca Kfouri dizendo “Boa noite, ViCtor Ernesto Birner” no rádio…

    Atualize sua agenda em “Titulares”. Ainda menciona CBN Esporte Clube de 2a a 6a feira…

    Abs,
    Gustavo.

  31. DougBC disse:

    Bom dia Birner e equipe.

    Li isso e acho que seria pauta interessante pro blog, se é verdade ou não…
    http://saopaulofc.com.br/11707/noticias/jornalista-acusa-baresi-de-fazer-negociatas-nas-categorias-de-base-do-sao-paulo/

    Abs

  32. thales disse:

    QUEM NÃO SE LEMBRA DAQUELE JOGO DO BRASILEIRÃO DE 2010, QUE O PALMEIRAS NO FINALZINHO DO

    CAMPEONATO ENTREGOU O JOGO OU FEZ “CORPO MOLE” PARA O FLUMINENSE GANHAR OS 03 PONTOS E

    ASSIM PREJUDICAR DIRETAMENTE O CORINTHIANS, QUE NAQUELA ALTURA DO CAMPEONATO, BRIGAVA PONTO

    A PONTO COM O FLUMINENSE PARA SER CAMPEÃO !

    MENOS DE 02 ANOS DEPOIS… AGORA O PALMEIRAS ENFRENTARÁ NOVAMENTE O FLUMINENSE, SÓ QUE AGORA

    NÃO SERÁ PARA PREJUDICAR ALGUÉM, E SIM PELA SUA VIDA…DUVIDO QUE SEUS JOGADORES FARÃO CORPO MOLE,

    APOSTO QUE SUARÃO SANGUE, SE POSSÍVEL…

    A FIEL TORCIDA ASSISTIRÁ DE CAMAROTE, PARA QUE SABE DAR MUITA RISADA NO FINAL !

  33. Daniel disse:

    Vitor, um post interessante poderia ser feito referente a essa materia:

    http://www.gazetaesportiva.net/noticia/2012/11/corinthians/corinthians-nao-consegue-liberar-seus-convocados-de-jogo-do-brasil.html

    Que contradiz com o que o Marin falou no Cartão Verde ha algumas semanas.

    O que acha? Da para confirmar no homem?

  34. Fabio disse:

    Birner,

    Voce foi o unico que levantou a bola do corporativsimo dos arbitros, e a algo muito estranho, q parece q muitos dos seus companheiros ”jornalistas” parecem querer encobrir. Foi publicado no lance (http://blogs.lancenet.com.br/deprima/2012/10/30/arbitros-dizem-que-colegas-apitam-com-ajuda-da-tv/) materia dizendo que arbitros apitam com ajuda da TV.

    Hoje a globo soltou essa materia :( http://globoesporte.globo.com/pr/futebol/noticia/2012/11/arbitro-de-inter-x-palmeiras-mudou-de-opiniao-mais-de-uma-vez-no-brasileiro.html)

    Tudo isso eh soh uma grande coincidência? Ou realmente tao usando a TV, e estao querendo abafar esse assunto?

    Gostaria de ouvir sua opiniao, e parabens pelo blog.

    Abs!

  35. William Silva disse:

    Olá Birner, segue uma reflexão que poderia virar um post inclusive com a sua opnião sobre o assunto. Abs

    A auto-sabotagem da CBF

    O campeonato está chegando ao fim sem muitas surpresas o Fluminense prestes a sagrar-se campeão 3 rodadas antes (com mérito)
    e o Palmeiras o rebaixamento também 3 rodadas antes (esse por demérito).

    Agora a pergunta: Foi emocionante? Foi justo? E olha que não estou falando de erros de arbitragem, não estou falando de contusões que faz parte do jogo e sim da “auto-sabotagem” da CBF.

    Pois entidade que organiza o futebol no país tira os melhores do próprio campeonato.

    Apenas no Brazil o campeonato é decidido pelas convocações da seleção. E quem paga a conta são os clubes.

    Claro que isso não significa que o Santos, São Paulo, Inter, Corinthians teriam sido campeões, mas a história seria outra, a emoção seria outra, e o artilheiro poderia ser outro, a renda/público seria maior, os patrocinadores (poderiam) ter pago mais. Aliás, tudo poderia ser mais.

    Pq organização e respeito chama dinheiro, admiração e emoção.

    Fazendo um exercício simples: vamos supor que o Neymar estivesse em pelo menos 25 rodadas (ao invés de 14) do campeonato. Será que o Santos não teria ganho pelo menos 6 jogos a mais? e poderia estar brigando pelo título? Ou pela Libertadores pelo menos? Será que ele não seria o artilheiro?

    Claro que não é só a CBF que é a culpada, os clubes que não se programaram tb são. Mas como exemplo vem de cima, é um pouco difícil exigir (isso de quem não paga nem o IPTU), que encha seu plantel de jogadores medianos a 400 mil reais/mês.

    Tentei achar mais informações de quantas e quais o jogadores ficam fora por causa da seleção mas até isso parece que foi ocultado. Mas me lembro do “clássico” Santos e São Paulo pelo 1º turno em que o jogo não contou com os melhores e consequentemente não teve o interesse nem dos torcedores dos próprios times.

    “Mas a Copa vem aí, precisamos priorizar”… claro que precisamos preparar um time… mas ninguém sabia disso a 6 anos atrás quando fomos escolhido como sede? Não deu tempo de preparar um calendário em que houvesse meio termo bom para os 2 lados? Não deu tempo de pensar que isso precisava haver coerência para não expor os jogadores contra a “temida” Africa do Sul? E que o Neymar (que segundo o próprio Mano) é presença garantida, logo se entende que não precisa ser TÃO testado?

    Enfim, posso passar o meu dia listando falhas nesse “planejamento” que não vai adiantar muito. Mas será que incomoda só a mim? Não incomoda a imprensa que vende o espetáculo? Não incomoda os torcedores do Brasil que terão que torcer para o “Brasil” na copa correndo sérios riscos de não ganhar? E não incomoda a própria CBF que por essas e outras matou o futebol brasileiro tão (antes) respeitado e agora só 12º colocado no ranking da FIFA?

    A impressão que tenho é que o planejamento da CBF na verdade é destruir tudo o que conquistamos na bola. Se for isso estamos conseguindo o resultado esperado.

  36. gy francisco disse:

    Tudo certo, Vitor?
    O Rene Simões acabou se demitindo da direção da base do São Paulo. Logo ele que tinha competencia e boas intenções para modernizar nossa base e nos livrar dos empresarios. No fim das contas, isso só mostra que o “clube mais moderno e profissional do Brasil” é apenas o menos amador e corrupto de todos e que a cultura que podre que permeia nossa sociedade e política tambe´m é forte no clube de Juvenal Juvencio.

  37. Thiago disse:

    Vitor, não considero o Mano Menezes um técnico de ponta, não o considero um técnico para a seleção brasileira. Tampouco o considero um técnico de série B. Considero-o um técnico de time mediano da série A ou um técnico mediano da série A. Porém não vejo nenhum técnico “completo” no Brasil. Acho inclusive que a maioria dos técnicos brasileiros não criam nada, não fazem nada de diferente e contribuiem muito para o atual futebol brasileiro ser feio. Sim considero o futebol nacional horroroso e chato de ver, detesto ver jogos da seleção há anos mas também detesto ver jogos do campeonato brasileiro e não acho que a culpa toda seja nossos talentos irem jogar na Europa. Considero o atual técnico do São Paulo, Ney Franco, uma boa surpresa, não acompanhava o trabalho dele e estou gostando do que estou vendo, porém ainda precisa de currículo para assumir algo maior. Gosto de outros técnicos como Muricy Ramalho e Dorival Jr, mas considero ambos limitados. O primeiro é bom para esquemas defensivos, o segundo é bom para esquemas ofensivos.

    A vinda de Lothar Matthäus tornou muito claro para mim o quanto seria útil um choque de pontos de vista diferentes. Penso que a seleção nacional poderia contar com técnicos como Marcelo Bielsa, ou algum técnico alemão (Guardiola seria um sonho, porém sendo realista não daria certo, não sem mudanças estruturais no futebol nacional que duvido muito que o deixariam realizar). Quando Mano sair, não sabemos quando será, se continuarmos sem contar com nenhum técnico nacional completo e não quisermos contar técnicos estrangeiros, você não acha que seria válido tentar uma cooperação de técnicos bons em funções diferentes como Muricy e Dorival?

  38. Sanderson Capobianchi disse:

    Vitor,

    Da uma escarafunchada e revele o que realmente aconteceu no caso do Rene Simões. Ao que prece, existe muita fumaça por trás e não é gelo seco.

    Forte abraço

  39. Henrique Costa disse:

    Olá Birner,

    Você que é antenado nas coisas dentro e fora do SPFC, poderia investigar sobre a saída do Renê Simões e sobre esse relatório que ele disse ter entregue ao Juvenal:
    http://globoesporte.globo.com/futebol/times/sao-paulo/noticia/2012/11/rene-explica-saida-do-sao-paulo-ha-uma-linha-na-qual-nao-me-encaixo.html

    Eu tenho muita curiosidade sobre o assunto, assim como meus colegas que acompanham seu blog, sobretudo os são paulinos.

    O Renê, junto com o Ney Franco era uma esperança de que a relação do São Paulo com sua base mudasse. Gostei muito logo de início da tentativa do Renê em reestruturar um expressinho, como nos bons tempos da década de 80/90.

    Enfim… taí!

    Grande abraço de um visitante/ leitor assíduo que gosta muito do seu trabalho.

  40. Sidnei Francisco disse:

    É uma vergonha mais esta ação do “9 Dedos”, para injetar dinheiro nos cofres do seu “Curintia”.
    Nada justifica uma empresa pública financiar um time de futebol, esporte que desperta paixões e o tiro pode sair pela culatra, pela mancha que poderá ser causada ao patrocionador com a revolta dos torcedores de outros times, tão grandes quando o “esmoler de Itaquera”.
    Os defensores tentam justificar, dizendo que a Caixa atua no mercado e pode agir como os demais bancos nas suas ações de propaganda.
    Na verdade os grandes bancos como Itau, Bradesco e BB tem propagandas que podem ser consideradas institucionais, pois beneficiam entidades ou eventos esportivos. Itau promove a seleção por patrocínio à CBF, Bradesco investes nos Jogos Olímpicos e Banco do Brasil na Confederação Brasileira de Volei e em outras Confederações de esportes amadores. São ações bastante distintas dessa vergonhosa parceria “Caixa/Curintia”.
    Há excessões. O Banrisul, como Banco do Estado do Rio Grande do Sul, patrocina Inter e Grêmio e, portanto, agrada a quase totalidade do seu público alvo.
    A Caixa, parece estar querendo concorrer apenas com o BMG, aquele banco mineiro que todos já conhecem por sua atuação nada republicana e patrocina diversos times de futebol e todos estão carecas de saber o porquê.
    Pergunto ao “9 Dedos” e aos seus asseclas aboletados no Governo:
    O que estão pensando os torcedores do Flamengo, do Vasco, do Botafogo, do Fluminense, do Palmeiras, do São Paulo, do Santos, do Bahia, do Esporte e Nautico do Recife e dois demais grandes clubes brasileiros ?
    A Caixa está fazendo ação de marketing ou ação entre amigos petralhas?

  41. José Roberto disse:

    Birner,

    Acompanho o seu blog, gosto muito como você comenta sobre os jogos, o estilo do texto direto, reto e objetivo.

    No entanto, tenho observado que quando comenta os jogos do São Paulo, sempre critica o Cortez. “É uma avenida” , “o único que destoou” e inúmeros outros ataques. Porém quando leio outros críticos vejo apontarem como bom lateral, que teve um bom jogo.
    Acho isso meio intrigante.
    Sei que ele foi eleito o melhor lateral do brasileiro passado e que este ano não está jogando aquela bola que o revelou, mas gostaria que apontasse nos seus comentários dos jogos algumas jogadas em especifico que acontecem que mostrem o quanto esse jogador merece ser atacado como você o critica.
    Gostaria de receber ma resposta por mail (leio seu site via os feeds)
    Abraço!

  42. gy francisco disse:

    Oi vitor, tudo certo?
    O Clube de regatas tietê está fechando as portas e perdendo seu patrimonio para a prefeitura. E DAÍ? Daí que o estádio da CHÁCARA DA FLORESTA, onde nasceu o são paulo fc pertence ao tietê e está nesse despejo. Birner, o que será feito desse campo historico para o Tricolor do Morumbi, o futebol paulista e brasileiro? e se a prefeitura resolver acabar com o campo que ainda existe, constriur algum prédio? Dá pra verificar isso? Já que o Sampa está sendo despejado do terreno do CT da Barra funda, podia comprar esse terreno, caso seja posto a venda para construir um CT definitivo e ainda ter de volta para o seu patrimonio o seu berço historico.

  43. ROBSON disse:

    VC DEVE SER FLAMENGUISTA,SÓ FALOU QUE O VASCO NÃO PODE CONTRATAR CICERO,O FLAMENGO ESTÁ EM UMA CRISE E VC NÃO FALA.O FLAMO TEM CONDIÇÕES DE PAGAR ALGUEM.

    SDS
    ROBSON

  44. RENER VITRO disse:

    Vale a pena ser Sócio Torcedor do SPFC?? CATEGORICAMENTE NÃO!!
    Você vai aos jogos, prestigia, empurra, gasta muito com viagens, afinal moro em Campinas-SP, aí quando chega ao principal jogo dos últimos anos, você não consegue comprar o ingresso, enquanto milhares compram e ainda sem ter direito a meia-entrada! Ridículo!
    Você paga R$30,00 por mês, vai ao máximo de jogos que consegue, e não é prestigiado com a preferência de compra no jogo final. Dessa forma só me resta cancelar. Obrigado SPFC por essa frustração!!!!

    • Lucas disse:

      64 mil ingressos em 1 dia de venda online?

      Palhaçada com a torcida e festa dos cambistas!

      venda na bilheteria? estatuto do torcedor?

  45. Joao disse:

    Alguém sabe o nome do livro que era distribuído nas escolas inglesas que foi o precursor do estilo de jogo da Inglaterra?
    Valeu!

  46. Charles Santana disse:

    Salve Birner,

    Você sabe algo do tal “acordo” que há entre Barcelona, Santos e Neymar, que diria que este jogador já tem um compromisso firmado com o Barça e que a ruptura desse compromisso suporía uma multa de 40 milhões de euros???

    Os jornais espanhóis falam desse tal acordo como um fato. Olha só: http://www.marca.com/2012/12/21/futbol/equipos/barcelona/1356116721.html

    Abraços!

  47. Marcelo Bessa disse:

    Boa noite Vitor,
    Fala um pouco sobre a Copa São Paulo Juniores 2013…
    Sou torcedor do futebol goiano, torço para o futebol goiano destacar nacionalmente.. acompanhei as criticas sobre o dragão durante dois anos e agora, o periquito é a bola da vez aqui no estado e conseguiu chegar na final de juniores na raça mesmo.

    Desde já,
    Agradeço pela atenção.

  48. renato sá disse:

    “Bom dia, boa tarde, boa noite” Birner.

    Em relação as contratações TRICOLORES nos últimos anos, uma coisa é quase que constante, e caberia até um levantamento do percentual que representam, até em relação a outros clubes: As contusões graves dos recém chegados.

    Muitos atletas que aportam no CT da Barra Funda ainda nas primeiras semanas, ou nos primeiros seis meses de trabalho estão sofrendo com contusões graves. Há que se apurar o que vem ocorrendo. Não vejo tamanho “azar” nos outros clubes. Este ano chegou-se ao cúmulo de um atleta que dos 12 meses que ficará no São Paulo 6 serão tratando de uma contusão sofrida nos primeiros dias de treinamento.

    Como não sou fisioterapeuta, médico, formado em educação física ou entendido nessas áreas, o que vale é apenas a constatação, as opiniões a partir de agora são de leigo:

    Acredito que muitos dos atletas que se contundem vem de outros clubes com condições inferiores dos atletas que já treinam no São Paulo. Vem sem treinamentos adequados, sem alimentação condizente, sem acompanhamento regular, sem períodos de descanso respeitados. Quando se deparam com treinamentos puxados, jogos de alto nível e exigências de times de ponta acabam por sofrerem contusões.

    Mas, isso não eximiria o TRICOLOR de culpa…. afinal, se esta hipótese possuir alguma coisa de plausível, os profissionais do São Paulo deveriam antever o possível problema e dar um jeito de evitar.

    Enfim, sendo o que for, acredito não ser “azar” tantos jogadores recém chegados ao TRICOLOR se “quebrarem” tanto….

    Abraços.

  49. fred polizello disse:

    binner, voce nao acha que o brunoro é maduro o suficiente para nao fazer uma “caca” destas? para mim, ha um acordo entre os clubes onde, palmeiras cede o barcos para o gremio, para que ele possa ser competitivo a libertadores, visto que o barcos, em 2013, ja demonstrava nao querer a serie b. em contra partida, o palmeiras receberia 5 jogadores, dentre os quais, o MM. para mim, trata-se de um negocio ate 31/12/2013. em janeiro de 2014, o negocio se desfaz e todos retornam aos seus respectivos clubes. ou é isto, ou, realmente voce tem razao quanto a inocencia do brunoro, por mais qiue o palmeiras tenha dificuldades financeiras… o que acha deste ponto de vista?

  50. fred polizello disse:

    ano que vem, com a casa em dia, o barcos retorna e a diretoria cai no gosto da torcida novamente…para mim, nao foi venda e sim, uma permuta de um ano…o negocio foi feito de forma rapida, para dar tempo de gremio fazer a inscricao. somente assim, seria interessante para o gremio. no segundo semestre, teremos um time razoavel e jogaremos a contento a serie b.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>